7 de mai de 2018

Conversa de café: Vingadores, Guerra Infinita

Fui assistir a um filme de heróis e vi um filme de terror...

Nesse sábado tive uma das experiências mais frustrantes da minha vida...

Ir ao cinema assistira aos grandes blockbusters de heróis sempre foi um evento para mim. Até mesmo os filmes da Dc que nem são tão bons assim. Sempre envolveu um passeio de carro, uma ida ao shopping, boas comidas, boas bebidas e boas companhias. Uma experiência completa, e dessa vez envolveu até mais, a aquisição do tão querido "God of War", tão esperado. Ao final do dia, depois de um belo passeio e uma bela sessão de filme, poderia descansar em paz.

Mas, dessa vez foi diferente. Um personagem teve de estragar tudo.

Thanos, no auge de sua loucura e egoísmo, fez o que eu jamais poderia esperar. Eu até esperava uma ou duas perdas, mas o que estava por vir era muito maior.

Logo no inicio, uma perda que fez meu coração disparar. Ok, uma grande perda, mas ainda sim nada demais. Ao decorrer da sessão senti frio, pânico, tristeza. Um turbilhão de sentimentos se misturaram dando forma a um horror. Era para ser um filme de heróis, era para tudo acabar da melhor maneira possível, entretanto Thanos transformou esse no filme de heróis no mais sombrio de todos os tempos.

Muitos reclamaram do excesso de cores e piadinhas dos demais filmes. Nunca existiu um perigo tão real de perda de um personagem querido. Tudo foi por água abaixo. por um momento já não havia esperança em meu coração.

As cores sumiram, as piadinhas foram deixando de existir e deram espaço ao medo e as sombras. Senti uma aura de tristeza ao meu lado, um monstro se alimentando das ruínas de minha infância. Fui alfabetizado numa estranha mistura de hqs do Homem Aranha e turma da Mônica. Senti cada perda, afinal de contas foram dez anos de histórias contadas de personagens com os quais aprendi a me importar. Uma saga que atravessou fases da minha vida. Amadureci e acompanhei o amadurecimento daqueles personagens.

Terminei a sessão horrorizado, boquiaberto. Jantei remoendo possibilidades, indignado: um arco de heróis não poderia terminar daquela maneira. No entanto, fiquei feliz com o que foi entregue. Vingadores Guerra Infinita superou todas e quaisquer expectativas. Nem o mais pessimista de todos poderia esperar um filme tão sombrio, tão tenso e de certa forma tão estranhamente bonito.

Se eu tivesse os meus dez anos de idade teria certamente ficado traumatizado.

Maldito seja Thanos...



Comentário(s) pelo Facebook:

Postar um comentário

Parece clichê, nós sabemos, mas é a mais pura verdade: seu comentário é muito importante para nós! Então não se reprima e diga o que você pensa! Caso queira ter uma conversa mais longa, fique a vontade para nos enviar um e-mail. O endereço é esse aqui donnarita.artesemimos@gmail.com E lembre-se: sinta-se em casa!

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.