31 de ago de 2016

Na sua estante: Bienal 2016 e Douglas Adams...

donna rita - na sua estante - bienal 2016 - douglas adams

"...Existe uma teoria que diz que, se algum dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e porque ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e será substituído por algo ainda mais estranho e inexplicável...

...Existe uma segunda teoria que diz que isso já aconteceu..."

Douglas Adams, O restaurante no fim do universo...

Poucas obras atraíram minha atenção tanto quanto o "Guia do Mochileiro das Galáxias". Para ser sincero, não consigo me lembrar de nenhuma que tenha causado tamanho fascínio. Acredito que o segredo deve estar no casamento entre a ficção científica e o humor "no sense" no estilo Monty Phyton. E todas quelas passagens com diálogos surreais.

Como já deixei bem claro antes, me defino como um profissional na arte da "piriguetagem literária", ou seja, sempre me envolvo em um novo romance com  um livro. Perco encanto por alguns autores quando encontro algo novo que me agrada. Mas, isso não se encaixa nesse caso. De tempos em tempos eu retorno ao bom o velho "Douglas Adams" para me surpreender novamente com suas obras. É um fenômeno meio Chaves: sei o que vem pela frente, mas mesmo assim consigo dar umas boas risadas da mesma coisa.

E nessa Bienal fui fisgado novamente... 

Tudo foi perfeito, do início ao fim. Depois de uma conversa, eu e Donna Rita, decidimos que nesse ano iriamos durante a semana - não que eu não tenha gostado de ter ido no sábado em edições anteriores, mas eu não sou muito favorável a ambientes bitolados de pessoas -, e foi o primeiro acerto. Foi possível andar tranquilamente, ver tudo o que devia e merecia ser visto, fizemos nossas comprinhas, e curtimos um ótimo passeio. Não pegamos transito engarrafado e nem fila para o banheiro. Tudo fantástico.

Foi então que entramos no "pequeno" estande da Saraiva...

Ali já comecei a paquerar uma edição em volume único contendo os cinco livros da trilogia "Guia da Mochileiro das Galáxias". Dei uma conferida com carinho, porém decidi andar por outros estandes a procura de um preço mais acessível. Sabe como é, final de mês é algo complicado, ainda mais com o meu salário fecal.

donna rita - na sua estante - bienal 2016 - douglas adams

Em meu rolê literário dei de encontro com algo que minha querida esposa já havia me alertado. No estande da "Arqueiro" encontrei com aquela que seria minha nova paixão. Eram os dois livros da série "Dirk Gently". A premissa me parecia bem interessante:

"...O que têm em comum um gato desaparecido, um prodígio da informática, o poeta Samuel Taylor Coleridge, física quântica, um cronologista de mais de 200 anos e um monge eletrônico que acredita que o mundo é rosa?..."

O livro tem um ar de histórias clássicas de detetive com a premissa mais absurda que já vi. "Dirk Gently" é o responsável por fazer a fazer a conexão entre todos esses elementos ao investigar um assassinato. Nas primeiras páginas já comprei a ideia e não consigo parar de ler até achar a solução do mistério. Algo parecido foi o que senti até descobrir a resposta definitiva para todas as coisas - que é 42, diga-se de passagem.

donna rita - na sua estante - bienal 2016 - douglas adams

E na compulsão, no calor do momento, comprei o segundo livro da série também. Aproveitei, tava bem baratinho. Aliás, alguns estandes tinham os preços mais baixos do que os valores encontrados na internet. HAHAHAHA !!

donna rita - na sua estante - bienal 2016 - douglas adams

Bem... Acho que terei bastante material para leitura, durante um bom tempo. Essa foi uma das grandes histórias da Bienal 2016. Espero poder trazer mais algumas boas para contar por aqui depois

E você?

Aproveite e conte a sua história também...

Comentário(s) pelo Facebook:

10 comentários:

  1. Gente estou e olho nessa edição de capa dura com os 5 volumes do Guia do Mochileiro das Galaxias. *---*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa edição dos cinco volumes é fantástica, e tava bem em conta na Bienal...

      Excluir
  2. Ainda não consegui ler o Guia do Mochileiro, mas esta na lista das próximas leituras com certeza! Concordo com vcs, esse ano eu e meu namorado também decidimos ir durante a semana, porque na ultima bienal que fomos no final de semana nos arrependemos amargamente por ficar 3 horas numa fila infinita debaixo de sol só pra entrar na bienal! Sem contar que não dava pra ver nenhum estande de tão lotados! Ir durante a semana foi a melhor coisa!! Bjoo
    http://www.taviajandomenina.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha... A experiência de ir durante a semana foi bem tranquila, deu para andar livremente pelos estandes rssr... Recomendo

      Excluir
  3. Eu sou muito sofrida por ainda não ter conseguido ir na Bienal :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esquenta a cabeça não, sempre haverá uma nova oportunidade...srs

      Excluir
  4. Primeiramente é de prache eu chegar aqui e comentar sobre a escrita impecável do casal. Tenho fascinio, acho que vocês deveriam escrever um livro. E depois, nunca li nada do autor, mas confesso que estou super hiper mega curiosa precisando urgentemente reativar meu hábito de ler livros que contenham historias ao invés de taaaaaanta fisiologia humana, alimentações, bioquímicas e atividades físicas (socorro, faculdade dá uma pausa ai). Minha lista de livros está gigante!
    Beijuuu, aguardo as próximas historias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiramente, muito obrigado pelo carinho... O que vc falou é verdade mesmo, ás vezes nos prendemos muito nos livros acadêmicos e nos esquecemos das outras leituras. É sempre bom ler algo leve, meio sem compromisso... rrsrs

      Excluir
  5. Ameeeei esse post! Sou fanática por Guia do Mochileiro das Galáxias!!! To paquerando essa edição há tempos!

    Beijinho <3
    www.carolpestana.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente uma edição muito bonita, eu mesmo já estava paquerando há algum tempo ..rrs

      Excluir

Parece clichê, nós sabemos, mas é a mais pura verdade: seu comentário é muito importante para nós! Então não se reprima e diga o que você pensa! Caso queira ter uma conversa mais longa, fique a vontade para nos enviar um e-mail. O endereço é esse aqui donnarita.artesemimos@gmail.com E lembre-se: sinta-se em casa!

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.