26 de ago de 2015

Board Games: O fantástico mundo de Carcassone

Bom dia...

Depois de algum tempo estou aqui novamente para falar de minhas experiências com jogos. É hora dos Board games novamente. E para retomar o assunto decidi escolher o simples, porém não menos divertido por causa disso, CARCASSONNE... Que além de excelente e criativo, tem uma pitadinha histórica que eu adoro...

"...O jogo recebe o nome da cidade de Carcassonne, ao sul da França, que é conhecida pela arte das muralhas únicas, datando do tempo dos romanos e dos cavaleiros. Fundada em uma importante rota comercial entre o mar Mediterrâneo e o oceano Atlântico. Devido a sua localização estratégica, a cidade foi conquistada muitas vezes e conheceu muitos governantes. Como resultado dessa rica história, a cidade é famosa por sua mistura única de fortificações romanas e medievais..."

No jogo, os players são responsáveis pela preparação do terreno. É tudo muito improvisado, tudo faz parte da diversão.

Carcassone é constituído de várias cartelas com os mais diferentes desenhos, sendo eles estradas, campos, mosteiros, ou ate mesmo partes de cidades. Oito peões de cinco cores diferentes. Uma cartela para marcar os pontos. e o manual com os pontos equivalentes de cada construção...

A cartela com o fundo preto tem de ser colocada no meio da mesa para inicio de conversa...

Os passos são muito simples. O jogador mais novo - ainda não descobri o motivo desse critério - retira uma cartela do monte e tenta encaixar o desenho de sua figura com o desenho da cartela na mesa. Como se fosse um dominó onde você precisa montar uma figura. Em seguida, o jogador ainda pode gastar um peão para dominar um pedaço de uma cidade, estrada, campos ou monastérios.

Observação: Você só pode por um peão em cima da cartela que colocou na mesa, por isso deve usar muito bem a sua criatividade...

Exemplo: O jogador vermelho ao jogar sua cartela optou por dominar o monastério 

Quando formado o desenho, ou quando completada a estrada, ou ainda quando terminado o monastério, o jogador recebe seu peão de volta e contabiliza os seus pontos.

O próximo jogador segue os mesmos passos , e assim por diante até o término das cartelas. Quando não houver mais nenhuma, começa a contagem dos pontos das construções que ainda restaram no tabuleiro. Obviamente, construções inacabadas valem menos pontos. Essa é a magia de Carcassone.

Se seu pudesse classificar, eu o classificaria como um jogo de quebra cabeças competitivo. Ou melhore ainda, como releitura do antigo dominó....Sensacional. 

Uma ótima pedida para jogar tomando uma cerveja. 

Existem ainda algumas outras regrinhas que não citei aqui, para o post não ficar chato, mas nada que com uma passada rápida pelo manual não seja esclarecido. Essa postagem é apenas um "drops" para lhe falar do jogo e como funciona a sua mecânica. Pretendo fazer um vídeo para explicar tudo certinho...
Esse não é um post patrocinado, mas se você se interessou pelo jogo dá lá uma passadinha no Submarino CLICANDO AQUI... Assim você nos ajudará a comprar o leite dos pobres felinos dessa casa... rsrsr

Esse foi mais um post do Sr.Marido que escreveu e saiu correndo para pegar um cerveja gelada...


Comentário(s) pelo Facebook:

Postar um comentário

Parece clichê, nós sabemos, mas é a mais pura verdade: seu comentário é muito importante para nós! Então não se reprima e diga o que você pensa! Caso queira ter uma conversa mais longa, fique a vontade para nos enviar um e-mail. O endereço é esse aqui donnarita.artesemimos@gmail.com E lembre-se: sinta-se em casa!

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.