29 de jul de 2015

Conversa de café: Homem formiga e seu superado complexo de inferioridade...

donna rita - conversa de cafe - homem formiga

Querido leitor...

Se você não é muito chegado em quadrinhos deve ter ficado desconfiado quando a Marvel anunciou o filme de mais um  vingador - isso mesmo, ele é um vingador e um dos mais legais. Pode até ter pensado que não caberia um herói tão diferente nesse universo cinematográfico tão rico, um herói tão pequeno ao lado de nomes e marcas tão fortes. Guarde todo o seu receio para o "Quarteto Fantástico", esse eu só acredito vendo... 

A MARVEL é foda demais e provou mais uma vez que é capaz de fazer qualquer coisa...

Homem-Formiga é um filme leve e super engraçado. Paul Rudd mandou bem demais sendo Scott Lang, mas quem roubou a cena foi o velhinho carismático Michael Douglas sendo Hank Pym, o primeiro Homem-Formiga - foi bom demais vê-lo novamente em um filme. Tudo isso é muito light e bacana, mas o querido Ant-Man tem um passado muito complexo, talvez seja um dos heróis mais "quebrados" psicologicamente de toda a Marvel, mais até que o próprio Doutor Banner... Para saber mais do que estou falando é só dar uma olhadinha nos SUPREMOS...

donna rita - conversa de cafe - homem formiga - supremos
Fica a dica de leitura...

No universo dos Supremos Hank Pym é uma persona extremamente abalada, dona de um grande complexo de inferioridade, uma pessoa quebrada como já foi dito. O seu poder é uma metáfora a essa síndrome. Aliás, ele possui também o poder de aumentar seu tamanho, não só diminuir, disse isso por mera curiosidade. Em uma das passagens ele agride fisicamente sua companheira - a Vespa - por ciúmes, por se sentir menos do que os outros vingadores. Daria para fazer um filme denso, bem dramático...

Isso que é o mais lindo do universo Marvel, todos os heróis são falhos, são todos muito humanos, ao contrário dos deuses da DC. 

Acredito que foi devido a toda essa complexidade que optaram por fazer um filme tendo Scott Lang como protagonista e não o velho e quebrado Dr. Pym. O filme ficou mais leve, comercializável, e mais de acordo com o Universo Cinematográfico da Marvel. Mesmo assim respeitaram o espírito do Hank Pym, Douglas encarnou um velho explosivo e cheio de amarguras.

Muitas alterações foram feitas, cinco roteiros escritos e uma troca na direção do filme. Homem-Formiga foi bem problemático, bem mais complicado do que se esperava de um personagem não tão conhecido, e o resultado acabou sendo satisfatório... O filme é bom demais...

Sinceramente, acho que gostaria mais se fosse um drama, mas entendo que não era possível...

donna rita - conversa de cafe - homem formiga - hank pym

O enredo é coeso, os atores são excelentes - talvez com a exceção da Evangeline Lilly, talvez seja um trauma que eu tenha herdado tanto de Lost como de Hobbit - e as cenas de luta são tão boas quanto engraçadas. Tudo foi muito bem integrado ao universo Vingadores.  Para mais informações rolou uma conversa de café sobre Vingadores II, é só dar uma clicadinha no nome.

E gostei demais da piaba que Homem-Formiga deu em um vingador. Não vou falar qual para não estragar a surpresa de quem ainda não viu. Aqueles efeitos de crescer e diminuir em meio aos ataques foi muito bem sacado.


Assista e seja feliz.

E se você se interessou pelo universo Ultimate da Marvel e quiser saber mais sobre o Homem-Formiga e sua trupe, aproveite a promoção dos "Supremos" na LIVRARIA CULTURA.
 

http://oferta.vc/efAc

Ou clique na imagem acima e seja feliz...

Esse foi mais um post do Sr.Marido que escreveu, encolheu e saiu correndo...

Comentário(s) pelo Facebook:

4 comentários:

  1. Eu fiquei curiosa para ver esse filme, pois é um dos heróis que menos citam.
    Com boas recomendações assim, quem sabe eu não consigo ir?

    Abraços e ótimo dia.
    Márcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garanto que vc dará umas ótimas risadas ... rsrs

      Excluir
  2. Então quer dizer que no universo bloguístico vocês são Homem-Formiga e Vespa casal? Hahahaha, espero que eu seja um bom personagem também hehehehehehe.
    Concordo com tudo, o filme é despretensioso e muito bom. As lutas, as formigas, as cenas "macro" ficaram lindas. Não gosto da DC porque os personagens não me cativam!
    Um beijoooo pra vocês seus queridos!

    ResponderExcluir

Parece clichê, nós sabemos, mas é a mais pura verdade: seu comentário é muito importante para nós! Então não se reprima e diga o que você pensa! Caso queira ter uma conversa mais longa, fique a vontade para nos enviar um e-mail. O endereço é esse aqui donnarita.artesemimos@gmail.com E lembre-se: sinta-se em casa!

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.