25 de mai de 2015

Don´t Panic: nerds, toalhas e o guia do mochileiro das galáxias...


donna rita - don´t panic - o dia da toalha e o guia do mochileiro das galaxias

"...Existe uma teoria que diz que, se algum dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e porque ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e será substituído por algo ainda mais estranho e inexplicável...

Existe uma segunda teoria que diz que isso já aconteceu..."
 O restaurante do fim do universo.

Querido leitor... 

Me lembro de ter alguns sonhos ainda quando era pequeno, moleque ainda. Muitos eu esqueci, mas me recordo de um que era especial - dentre vários -, um em que eu viaja pelo espaço. Por um breve período de tempo eu deixei de querer ser o Homem Aranha para ser um desbravador de mundos desconhecidos. Mas tudo isso bem antes de me tornar um adulto chato nesse mundo entediante. 

Há um tempo atrás eu realizei esse sonho. Depois de quase vinte anos eu finalmente consegui embarcar em uma odisséia espacial.

Era um belo dia e eu vagava pela internet em busca de algumas promoções de jogos - uma de minhas muita fraquezas - quando me deparei com uma coleção do Guia do mochileiro das galáxias de Douglas Adams. Todos os cinco volumes. 

Eu tinha ouvido falar bastante dessa coleção, um marco na linha histórica do mundo nerd tanto quanto star wars, ou talvez mais. Quem sabe? Apesar de ter ouvido muito bem a respeito nunca manifestei interesse até aquele momento. E como estava a procura de algo novo para ler, logo me senti impelido a lê-lo.. Fui pego de surpresa naquele mundo maluco. Naquele multiverso cômico. No prazo de um mês eu devorei toda a coleção. Fiquei apaixonado, enfim tive a minha grande odisséia espacial juntamente com o carismático Arthur Dent.

O background do personagem é demais, porém demais. Uma pessoa comum, dotada de uma vida comum e entediante – assim como a de muitos adultos - que foi lançada em uma jornada pelo espaço no dia em que a terra foi destruída para a construção de uma via intergalática. Isso mesmo, é muita loucura. E junto com Arthur e sua toalha descobri cada pedacinho daquela história... Demais...

donna rita - don´t panic - o dia da toalha e o guia do mochileiro das galaxias - arthur dent

Sinceramente, não sei o que me fascinou mais. 

O humor no melhor estilo Monty Phyton - acredito que todos deveriam assistir pelo menos o "Em busca do cálice sagrado" - ou a coleção de personagens estranhos com nomes mais estranhos ainda. O carismático robô depressivo, as portas sentimentais, os alienígenas de krikkitt, o peixe babilônia, a verdadeira história da Terra. O restaurante do fim do universo, uma das minhas passagens favoritas.  Até mesmo o monólogo do vaso de planta/baleia

Nessa aventura descobri a verdadeira resposta para a pergunta fundamental - que aliás é 42, diga-se de passagem. Bem, essa é a resposta, ainda preciso descobrir qual é a pergunta fundamental.

São tantas coisas, desculpa o meu discurso um tanto emocionado.

donna rita - don´t panic - o dia da toalha e o guia do mochileiro das galaxias - monty python

E hoje, no dia da toalha, o dia do orgulho nerd, não podia deixar de citá-lo. Afinal de contas o dia é uma homenagem a Douglas Adams – que aliás teve uma morte tão estranha quanto o destino de seus personagens. A própria toalha é uma referência de como os mochileiros intergaláticos se preparam para pegar uma carona. Que criatividade foda...

Recomendo que você leia os três primeiros, os outros dois usam os mesmos personagens mas parecem destoar um pouco do universo, traz até uma carga dramática - confesso que fiquei um pouco emotivo no final do quarto volume.Talvez devido ao enorme espaço de tempo entre os arcos.

Simples, criativo e muito bem humorado. Um livro que cabe para todos.

Logicamente o humor tá aí pra disfarçar as críticas sociais, sendo elas políticas ou religiosas. Todas as metáforas encaixam como uma ironia a nossa sociedade. Não é a toa que os ratos constituem a segunda raça mais inteligente do planeta. Não me pergunte a primeira, só posso dizer que não são os humanos...

Então nesse dia aproveite a sua nerdice, fato que está na moda. Afinal de contas, o que é ser nerd? 

Segundo algumas denominações por aí o nerd é um especialista, um pesquisador daquilo que realmente gosta, que muitas vezes entra no “mundinho” e algumas vezes tem um pouco de dificuldade de sair. Sendo assim, acredito que todos somos nerds.... 

Pegue sua toalha e tire o dia para curtir aquilo que mais gosta, e Don´t Panic...

Obs* Essa não foi uma postagem publicitária, mas você se interessou pela saga compre pelo link, aproveite a promoção, e nos ajude a pagar o leite dos gatinhos...

Esse foi mais um post do Sr. Marido que escreveu e saiu correndo e...

 “...Até mais e obrigado pelos peixes!...”

Comentário(s) pelo Facebook:

2 comentários:

  1. Eu nunca li os livros, só ouvi falar. Confesso que morro de vontade mas sempre deixo pra comprar depois... Um dia eu leio, um dia....

    Beijos
    Grazy
    www.parolar.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que é muito bom... É uma das melhores histórias que já li ...kkk
      bjss

      Excluir

Parece clichê, nós sabemos, mas é a mais pura verdade: seu comentário é muito importante para nós! Então não se reprima e diga o que você pensa! Caso queira ter uma conversa mais longa, fique a vontade para nos enviar um e-mail. O endereço é esse aqui donnarita.artesemimos@gmail.com E lembre-se: sinta-se em casa!

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.