29 de mai de 2015

Eu compro de quem faz: Casame - arte e decoração

Eu compro de quem faz: Casame - arte e decoração

A nossa casa é o nosso santuário. 
É o lugar que tem que ter a nossa cara e que seja para onde nós sempre queremos voltar no final do dia. Não precisa ser como casa de revista de decoração e nem estar com tudo no lugar a todo momento. Ela tem que ser seu lar! Apenas isso, simples assim.

Eu e o sr. Marido, desde que nos mudamos para onde moramos hoje, estamos aos poucos deixando tudo com o nosso jeito. Uma das nossas "obras decorativas personalizantes" é uma parede de quadros na nossa sala e lá, nessa parede, tem um quadrinho de azulejo especial, que veio de um lugar tão especial quanto ele e quanto a nossa casa, veio da Casame - arte e decoração!

Eu compro de quem faz: Casame - arte e decoração

Eu conheci o trabalho da Katia na 1ª edição do Bazar Fora de Série, promovido pelo Elo7, em outubro de 2014. O Sr. Marido falou dele aqui ó! Naquela ocasião, nem conversamos muito, mas eu fiquei de olho não só nos quadros, mas também paquerei os abajures e as bandejas lindas e cheias de cor que ficaram por 2 dias na minha frente. Na correria do momento, acabei não levando nada coisa que me arrependo e que pretendo me redimir kkkkk. Maaaaas, como o destino conspira para que sempre tenhamos pessoas e suas coisas lindas em nosso caminho, encontrei a Casame, dessa vez sem a Katia, mas com a mamis - a D. Alice - e mana dela, no Bazar Mercadinho Artesanal, em São José dos Campos estaremos lá de novo dia 20 de junho!!!. E foi desta vez que eu trouxe o meu quadrinho lindo pra casa! Ele é especial mesmo, sem demagogia, pois ele me lembra todos os dias que eu posso ser melhor e colore minha vida!

Eu compro de quem faz: Casame - arte e decoração

Agora vou deixar a Katia falar e mostrar um pouco dela e do seu trabalho:

Meu nome é Katia Alfenas e sou criadora e crafter do ateliê e loja Casame - arte e decoração. 
Paulista de nascença e ubatubana de coração, sou apaixonada pela natureza, pelas minhas persas Laura e Safira e por qualquer tipo de arte. 
Sonhadora nata, desde pequena são os sonhos que movem a minha vida, e foram eles que em 2013, sem medo de arriscar, me fizeram deixar pra trás a cidade grande e o emprego perfeito para viver da minha arte.
Eu comecei buscando muita referência, olhando e testando muitas técnicas, assim, fui me identificando com umas, desgostando de outras, mudando e colocando a minha cara em tudo o que fazia, até criar a minha própria identidade.
O meu trabalho é baseado em composições, porque gosto de misturar elementos e texturas, então utilizo muitos tecidos, madeiras, azulejos, resina, folhagens, cartonagem e claro, as cores, que são fundamentais no processo de criação.

Eu compro de quem faz: Casame - arte e decoração
Outra característica da loja é a diversidade. Apesar de ter preferência por criação de quadros, adoro fazer abajures, bandejas, castiçais e caixas decorativas. As almofadas de crochê tem seu lugar de destaque, e são produzidas em parceria com a minha mãe, que também entrou de cabeça nessa história.

Eu compro de quem faz: Casame - arte e decoração
Enquanto o sonho maior de ter uma loja física não se realiza, vou vendendo as peças pelo site e em participações em bazares. As redes sociais são um diferencial na divulgação dos produtos e as parcerias uma maneira criativa e mais barata pra quem está começando.
Por tudo isso, posso dizer que sou realizada apenas pelo fato de tentar fazer o que eu gosto, viver do que eu realmente amo fazer, e isso faz toda a diferença no dia-a-dia e na minha vida.

Já deu para perceber o porque é tudo tão especial né?

Se você quiser conhecer mais sobre o trabalho da Katia e do Casame, você pode ver a entrevista que foi publicada lá no Blog do Elo7 e é claro visitar a Loja e curtir a página no Facebook.
Mas se você quiser conhecer o trabalho dela pessoalmente e de quebra o meu também rsrsrsrs nós estaremos na 6ª Edição do Bazar Fora de Série, que vai rolar nos dia 13 e 14 de junho, na Vila Madalena em São Paulo. Marca aí na sua agenda e vai lá ver a gente!!!

Quem compra de quem faz, ajuda a realizar sonhos!

Eu compro de quem faz: Casame - arte e decoração

-----------------------------------------------------------------
E se você chegou até aqui, e depois de falar em sonhos, vou aproveitar para te pedir uma mãozinha: clica ai, assiste o vídeo e deixa o seu joinha!


Por que isso tia Rita? Para você ajudar a tia aqui a decolar seus sonhos com o Decola! LAB, ganhando uma das 10 bolsas de estudos que eles estão disponibilizando para a turma de 2015. 
Para mais informações clique AQUI.
A tia agradece do fundo do coração!

Beijitos!


27 de mai de 2015

#entaoboradecolar com o Decola! Lab - Donna Rita!


Olá pessoas queridas que acompanham o Donna Rita! 

Hoje eu preciso muito da ajuda de vocês... 

O Donna Rita está perto de completar 2 anos e agora queremos dar passos cada vez maiores, para um dia, sermos gente grande e isso através de muito trabalho, estudo e dedicação. Agora eu estou tendo a oportunidade (e vocês também podem ter, vai lá no site da descrição do vídeo e saiba mais) de descolar um curso muito bacanudo sobre empreendimento criativo, na faixa! Então preciso da ajuda de vocês: 

Basta assistir o vídeo todo, são só 90 segundos, deixar o joinha no vídeo e se quiser comentar, comente lá na página do you tube. Fazendo apenas isso, você me ajuda muito! E aproveite também para assinar o nosso canal  e ficar por dentro das novidades E como tudo feito por aqui é por vocês, isso também será! 

Conto com vocês! Muito obrigada!



25 de mai de 2015

Don´t Panic: nerds, toalhas e o guia do mochileiro das galáxias...


donna rita - don´t panic - o dia da toalha e o guia do mochileiro das galaxias

"...Existe uma teoria que diz que, se algum dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e porque ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e será substituído por algo ainda mais estranho e inexplicável...

Existe uma segunda teoria que diz que isso já aconteceu..."
 O restaurante do fim do universo.

Querido leitor... 

Me lembro de ter alguns sonhos ainda quando era pequeno, moleque ainda. Muitos eu esqueci, mas me recordo de um que era especial - dentre vários -, um em que eu viaja pelo espaço. Por um breve período de tempo eu deixei de querer ser o Homem Aranha para ser um desbravador de mundos desconhecidos. Mas tudo isso bem antes de me tornar um adulto chato nesse mundo entediante. 

Há um tempo atrás eu realizei esse sonho. Depois de quase vinte anos eu finalmente consegui embarcar em uma odisséia espacial.

Era um belo dia e eu vagava pela internet em busca de algumas promoções de jogos - uma de minhas muita fraquezas - quando me deparei com uma coleção do Guia do mochileiro das galáxias de Douglas Adams. Todos os cinco volumes. 

Eu tinha ouvido falar bastante dessa coleção, um marco na linha histórica do mundo nerd tanto quanto star wars, ou talvez mais. Quem sabe? Apesar de ter ouvido muito bem a respeito nunca manifestei interesse até aquele momento. E como estava a procura de algo novo para ler, logo me senti impelido a lê-lo.. Fui pego de surpresa naquele mundo maluco. Naquele multiverso cômico. No prazo de um mês eu devorei toda a coleção. Fiquei apaixonado, enfim tive a minha grande odisséia espacial juntamente com o carismático Arthur Dent.

O background do personagem é demais, porém demais. Uma pessoa comum, dotada de uma vida comum e entediante – assim como a de muitos adultos - que foi lançada em uma jornada pelo espaço no dia em que a terra foi destruída para a construção de uma via intergalática. Isso mesmo, é muita loucura. E junto com Arthur e sua toalha descobri cada pedacinho daquela história... Demais...

donna rita - don´t panic - o dia da toalha e o guia do mochileiro das galaxias - arthur dent

Sinceramente, não sei o que me fascinou mais. 

O humor no melhor estilo Monty Phyton - acredito que todos deveriam assistir pelo menos o "Em busca do cálice sagrado" - ou a coleção de personagens estranhos com nomes mais estranhos ainda. O carismático robô depressivo, as portas sentimentais, os alienígenas de krikkitt, o peixe babilônia, a verdadeira história da Terra. O restaurante do fim do universo, uma das minhas passagens favoritas.  Até mesmo o monólogo do vaso de planta/baleia

Nessa aventura descobri a verdadeira resposta para a pergunta fundamental - que aliás é 42, diga-se de passagem. Bem, essa é a resposta, ainda preciso descobrir qual é a pergunta fundamental.

São tantas coisas, desculpa o meu discurso um tanto emocionado.

donna rita - don´t panic - o dia da toalha e o guia do mochileiro das galaxias - monty python

E hoje, no dia da toalha, o dia do orgulho nerd, não podia deixar de citá-lo. Afinal de contas o dia é uma homenagem a Douglas Adams – que aliás teve uma morte tão estranha quanto o destino de seus personagens. A própria toalha é uma referência de como os mochileiros intergaláticos se preparam para pegar uma carona. Que criatividade foda...

Recomendo que você leia os três primeiros, os outros dois usam os mesmos personagens mas parecem destoar um pouco do universo, traz até uma carga dramática - confesso que fiquei um pouco emotivo no final do quarto volume.Talvez devido ao enorme espaço de tempo entre os arcos.

Simples, criativo e muito bem humorado. Um livro que cabe para todos.

Logicamente o humor tá aí pra disfarçar as críticas sociais, sendo elas políticas ou religiosas. Todas as metáforas encaixam como uma ironia a nossa sociedade. Não é a toa que os ratos constituem a segunda raça mais inteligente do planeta. Não me pergunte a primeira, só posso dizer que não são os humanos...

Então nesse dia aproveite a sua nerdice, fato que está na moda. Afinal de contas, o que é ser nerd? 

Segundo algumas denominações por aí o nerd é um especialista, um pesquisador daquilo que realmente gosta, que muitas vezes entra no “mundinho” e algumas vezes tem um pouco de dificuldade de sair. Sendo assim, acredito que todos somos nerds.... 

Pegue sua toalha e tire o dia para curtir aquilo que mais gosta, e Don´t Panic...

Obs* Essa não foi uma postagem publicitária, mas você se interessou pela saga compre pelo link, aproveite a promoção, e nos ajude a pagar o leite dos gatinhos...

Esse foi mais um post do Sr. Marido que escreveu e saiu correndo e...

 “...Até mais e obrigado pelos peixes!...”

22 de mai de 2015

Materiais para encadernação: o papelão cinza

Hoje o assunto é artesanato, mais precisamente encadernação.

Tá em dúvida qual é o papelão que geralmente se usa na encadernação artesanal? Então vem com a tia que eu te mostro.



Espero que você tenha gostado do vídeo, fizemos com muito carinho!
Se gostou, não esquece de curtir, compartilhar e para não perder nenhum vídeo se inscreve no canal.

Se ai aonde você mora é muito difícil encontrar o papelão cinza, visite  o Blog da Stratis e a Loja Virtual e saiba como adquirir através da internet. 

Beijitos

Este post foi produzido em parceria com a Stratis, marca do grupo Hörlle, uma empresa que conheço e recomendo.

18 de mai de 2015

O sobrenatural, o inexplicável e o meu gosto por essas coisas todas...

donna rita - hora do espanto - invocação do mal


Queridos leitores... 

Hoje resolvi dar uma passada bem de leve e falar um pouco sobre as amarguras de meu coração. Isso. Por trás desse rosto feliz, desta máscara, habita um monstro inominável -  quase um Antonio Banderas em "A pele que habito" - que tento dar forma através de meus contos. Isso mesmo, escondo um lado sombrio. Confesso ter um certo fascínio pelas coisas sobrenaturais, por tudo que é inexplicável. Sou um mero "metido" a conhecedor do oculto. Por isso vim aqui escrever sobre o sobrenatural, compartilhar com você todo o meu conhecimento fecal acerca desse tema. Prepare-se para um papo sobre o inexplicável.. 

A internet é um terreno muito fértil para atiçar a curiosidade. Ainda mais sobre as coisas que poucos sabem falar sobre. É óbvio que é necessário dar uma peneirada, não se pode dar crédito a tudo que é escrito por aí. Tem muita baboseira, cuidado. Em suas andanças, Donna Rita encontrou um site bem bacana que acompanho até os dias atuais: http://www.assombrado.com.br/


donna rita - o sobrenatural e o inexplicável - assombrado
Os Warrens do século XXI

O casal Mateus e Ana Paula abordam os grandes mistérios da humanidade. Desde relatos, possessões demoníacas, até casos de atividade alienígena. Tudo com uma pitada de humor, o que o torna diferenciado. Os autores têm também um canal no youtube com o mesmo tema e nome. E eles até publicam os contos que os leitores enviam.

Por falar nisso, por favor, publiquem meu conto. Esse site é excelente se você, assim como eu, é fascinado pelo oculto.

No âmbito da literatura aconselho o inominável, e citado tantas outras vezes por mim aqui neste humilde blog, H.P. Lovecraft. Um gênio do terror. Aconselho aos curiosos o conto denominado: “A cor que caiu do espaço”. Simples, curto, direto e assustador. 

 
Gostaria também de indicar um indie game: “Lone Survivor”. Um jogo indie de survivor horror que conta a história de um garoto em um apocalipse zumbi. Mas, muito cuidado, não se deixe enganar pelos gráficos pixelados. É um jogo simplesmente perturbador. 

donna rita - o sobrenatural e o inexplicável - lone survivor

Os fãs de hq's que admiram o sobrenatural podem procurar por uma série antiga da Vertigo, lá da década de 80 e 90. Aos poucos a editora Panini está lançando novamente as edições antigas, algumas podem ser encontradas no site da editora. As revistas narram as aventuras sobrenaturais do mago mais carismático dos quadrinhos: John Constantine, HellBlazer (por favor, esqueçam o Keanu Reaves), o mais famoso demonologista da ficção. 

Há pouco tempo produziram uma série com o mesmo nome, porém não parece ter tido muito sucesso. Cancelaram logo na primeira temporada, e eu tava todo empolgado.

donna rita - o sobrenatural e o inexplicável - hellblazer
Excelente quadrinho...

E para finalizar essa conversa sobrenatural, deixo aqui um filme extremamente assustador. Inspirado em um caso real: “Invocação do mal”. Bom se você ainda não assistiu acredito que está perdendo algo realmente impressionante. A película aborda uma história do casal de investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren, conhecidos por serem os primeiros investigadores do sobrenatural, que encontraram  o pior caso de  suas vidas em Harrisville. Sinistro, no verdadeiro significado da palavra. 

donna rita - o sobrenatural e o inexplicável - invocação do mal
 
Bom, queridos leitores espero que tenham gostado desse dedo de prosa...

Fica aí algumas dicas pra você que também e aspira conhecer mais do sobrenatural. Um abraço e um aperto de mão... 

Esse foi mais um post do Sr. Marido que escreveu e saiu correndo para assistir Mad Max...

15 de mai de 2015

O que estamos fazendo com nossas memórias?

O que estamos fazendo com nossas memórias?

Oi gente linda!!!

Eu ando muito pensativa em relação a minha vida no geral. Ando querendo melhorar diversos aspectos e até que acho que ando conseguindo. Esses dias eu andei pensando em como estamos nos tornando pessoas sem memórias, como tudo está se tornando tão efêmero e escrevi um texto que compartilhei com os assinantes da Newsletter (se você ainda não assinou, basta preencher esse formulário rosa lindo que está aí do seu lado direito, assim você também vai receber nosso conteúdo exclusivo e saber das coisitchas que rolam por aqui antes do povão). A intenção não era compartilhar por aqui também, mas quero dividir essa reflexão com todos, acho que vale a pena...

Dias atrás foi dia das mães e como eu disse outro dia, eu não tenho mais a minha mãe comigo para poder comemorar essa data e hoje, dia que escrevo este texto, 13 de maio, seria aniversário dela... O assunto parece meio triste, mas não é, garanto! Estou te contando isso porque essa época me faz lembrar bastante dela e me traz a tona as boas memórias que tenho e que podem ser sempre lembradas e relembradas, no meu caso, através de muitas fotos que tenho guardadas, e isso me fez refletir sobre o que estamos fazendo com nossas memórias hoje???

Pense bem. Qual foi a última vez que você revelou uma foto? Que se juntou com alguém para mostrar ou arrumar um álbum de fotografia? Que leu ou enviou uma carta? Que escreveu sobre seu dia em um diário? Onde estamos guardando nossas memórias? 

E eu cheguei a conclusão: nossas memórias não estão sendo guardadas, elas vem sendo perdidas entre milhares de pixels e posts passageiros... E antes que você pense que sou contra a tecnologia, digo que isso seria impossível, pois se não fosse ela, não estaríamos aqui hoje, conversando...

Talvez eu esteja um pouco saudosa, lembrando de uma época em que não se deletava fotos e depois era possível rir da pose estranha que fizemos, do olhar perdido e das cabeças cortadas. Saudosa da leitura de cartas, do papel que ia amarelando com o tempo, da tinta borrada... Das caixas de sapato cheias de lembranças, inclusive aquela embalagem de chocolate que você guardou para lembrar do seu primeiro amor...
Hoje, se queremos lembrar de algo, publicamos em nossas redes sociais e daqui a pouco, já aconteceu tanta coisa na nossa time line, que já não lembramos mais...

O que estamos fazendo com nossas memórias?

Depois de toda essa nostalgia, decidi que vou guardar melhor minhas lembranças. Que nessa era digital eu vou tentar ser um pouco mais analógica e por causa disso, talvez, quem sabe, anacrônica. E se você quiser embarcar nessa comigo, é só se achegar! Ainda não sei bem como fazer isso, então aceito sugestões, mas acredito que logo ache um jeito bacana de resgatar e guardar coisas que andam se perdendo na "digitalidade". A ideia é deixar uma herança que não seja financeira, algo que possa ser lembrado por muito tempo, enfim, vamos ver no que vai dar...

O que estamos fazendo com nossas memórias?

Mas agora que você já refletiu, mesmo sem querer, me conta: onde você está guardando suas memórias?

Beijitos!



13 de mai de 2015

A lava-louças e eu: uma história de amor

A lava-louças e eu: uma história de amor

Cuidar da casa para mim é um bicho de sete, não, sete não, de setecentas cabeças!!!

Eu detesto as tarefas domésticas, não é segredo para ninguém, e eu nunca gostei... Acho que não existe nenhuma delas que eu goste, nenhuma! Mas infelizmente para mim, pois há quem goste a arrumação e limpeza da casa estão presentes diariamente na minha vida, na sua e na de muitas e muitas pessoas, mesmo daquelas que contam com uma santa ajuda...

Com a vida tão agitada e cheia de outras coisas muito mais divertidas e prazerosas a se fazer, as tarefas domésticas ficam em segundo plano (no meu caso, ficam em quinto mesmo). Mas não há escapatória: roupas precisam ser lavadas, banheiros precisam ser limpos, comida precisa ser preparada, então o melhor a fazer é encarar esse monstrengo de frente e torná-lo menos complicado e feioso.

Como conversamos dia desses, nosso foco depende das nossas prioridades e para se criar novos hábitos é necessária a motivação. Mesmo odiando de verdade as tarefas de casa eu sei que um motivo forte o suficiente para manter tudo limpo e no lugar é manter a saúde em dia. Há quem diga que existe também um prazer intenso ao final de uma faxina... kkkkkkkkkkkkkkkkk Eu prefiro não comentar... Então é essa a razão que me move a não deixar tudo virar um caos de sujeira, poeira, germes e bolor! (viu como pensando assim já até dá uma leve vontade de limpar algo??? kkkk).

A cozinha é a parte da casa que está em constante movimento em relação a vida doméstica. Sempre tem um cantinho para limpar, desinfetar e lavar. E por falar em lavar existe uma parte da cozinha que tem vida própria, que a cada dez minutos faz "brotar" dentro de si algum utensílio: a pia e sua eterna louça para lavar. Você já parou para pensar quanto tempo da vida você perde lavando louça? Pois pare e pense... não é pouco...

Donna Rita, mas por que perebas verdes você veio com essa conversa hoje? você está perguntando neste momento... Bom, depois da postagem de como eu me organizo para trabalhar no ateliê, algumas pessoinhas vieram me perguntar como eu consigo dedicar apenas uma hora por dia a limpeza da casa, totalmente céticas com minha revelação e eu respondi: simples, otimizei os processos!
Claro que aqui, na minha humilde residência, é mais fácil, somos apenas 2 humanos adultos e 4 gatos, então não tem a mesma quantidade de trabalho que uma casa onde more uma família de 5 pessoas, sendo 3 delas crianças, com gato, cachorro e papagaio. Também não temos diarista ou ajuda terceirizada sonho meu, sonho meu... Então a resposta é essa mesmo: otimização. 

Eu poderia falar de vários aspectos, mas hoje escolhi falar de um que me rendeu - na verdade rendeu mais ao Sr. Marido do que a mim mesmo, já que a cozinha é território de macho nesse lar - a maior economia de tempo de todas as nossas escolhas em relação a cuidados com a casa: uma lava-louças!

A lava-louças e eu: uma história de amor
O dia em que a bonita chegou!


Há exato um ano, antes de nos mudarmos de casa e de cidade, resolvemos que não teríamos mais tempo de empurrar a louça um para o outro, fingindo que não era minha vez e muito menos queríamos deixar acumular para lavar apenas nos finais de semana... Imaginou que nojeira que ia ficar essa pia, credo!
Então, como sempre fazemos, fomos pesquisar se valia mesmo a pena, se não gastaria mais água, mais energia elétrica, se lavaria direitinho mesmo, enfim, todas aquelas pulguinhas que ficam atrás da orelha de quem pensa em investir uma quantidade de dinheiro em algo que você poderia fazer com suas próprias mãozinhas... Pesquisas feitas, perspectiva satisfatória, nosso amigo Submarino nos dando, como sempre, o melhor preço, compra feita!

Hoje, depois de tanto usar, não sei mais como alguém pode viver uma vida sem uma lava-louças!
Não notamos a diferença no gasto de energia ou água e sim, se você obedecer as instruções de uso, sua louça sai limpinha e muito mais higienizada do que estaria se você lavasse a mão e melhor de tudo, sai seca e brilhando, coisa que pia nenhuma no mundo faz! 
Agora eu até gosto de lavar louça, sério! kkkkkk Só estou esperando alguém inventar uma máquina que as guarde no armário... kkkkkkk Meu primeiro amor foi pela máquina de lavar roupas, outra que não vivo sem, mas a lava-louças foi um amor imediato, que era desconhecido, surpreendente...

Esse não é um texto de publicidade, mas não vejo problema nenhum em dizer a marca da nossa: é uma Brastemp Ative! 8 serviços, essa bonita aí da foto.

A lava-louças e eu: uma história de amor


Se você acha que precisa de mais tempo para fazer outras coisas da vida, pense seriamente em ter eletrodomésticos que facilitem seu dia a dia. Não é ostentação e nem desperdício, já falamos disso aqui e aqui, ao contrário é ganho em qualidade de vida, investimento em você. Você vai poder se dedicar àquilo que realmente importa e sua cozinha vai estar sempre arrumada, com a louça limpinha e brilhante, como todo mundo quer, inclusive eu, que detesto afazeres domésticos!

E você, que acha de ter uma lava-louças?

Beijitos




11 de mai de 2015

Eu trabalho em casa, e agora? Como eu me organizo!

Eu trabalho em casa, e agora? Como eu me organizo!

Essa é uma pergunta que eu venho tentando responder de forma adequada desde que decidi ter o Ateliê Donna Rita e a minha loja virtual.
No início, como a maioria começa, eu tinha não apenas um emprego formal, tinha dois! E precisava conciliar além deles, a rotina de casa e criar uma rotina de trabalho que me fizesse render. Hoje, eu não tenho mais os dois empregos fora, mantenho apenas um e em jornada reduzida, dedicando a maior parte do meu tempo ao Donna Rita e continuo me perguntando: "Eu trabalho em casa, e agora?" 

Não é a primeira vez que falo de organização por aqui, já falei de organização no sentido de arrumação quando dei dicas para organizar as linhas ou quando mostrei como organizei meu cantinho de leitura; já falei da importância de se ter uma agenda (e hoje vou reiterar isso), já dei dicas de produtividade, já desabafei sobre precisar de mais tempo e de como é importante ter motivação para encontrar o eixo e manter uma boa rotina... Deu pra perceber que organização é um assunto que vira e mexe eu retomo, acho que é pra me lembrar da importância e de como a minha vida flui melhor quando está tudo funcionando conforme o planejado.

Para começar, organização tem a ver com prioridades! Então é necessário termos clareza de quais são as nossas prioridades para mantermos o foco e conseguirmos o tão sonhado equilíbrio em nosso dia a dia. Eu não vou me aprofundar na questão das prioridades hoje, eu vou considerar que a priori a prioridade de quem está lendo é muito parecida com a minha: conseguir trabalhar em casa, conciliando as tarefas domésticas, o trabalho fora (que eu sei que muitxs ainda têm) e o nosso trabalho criativo, seja ele qual for.

Primeiro, nem eu e nem você precisamos de mais tempo!!! Todas as pessoas deste mundo têm as mesmas 24 horas por dia para dar conta do que temos que fazer, então pare de culpar o pobre do tempo e pare de dizer que o planeta está girando mais rápido, sejamos realistas: todos as pessoas tem o mesmo tempo para realizar as atividades profissionais, as domésticas e as pessoais. O que falta não é o tempo é o foco!

Pare e pense: onde está o seu foco hoje? Ele é condizente com suas prioridades?

Para estabelecer uma rotina produtiva de trabalho é necessário que o seu foco esteja voltado para esta rotina, até que ela se transforme em um bom hábito e as coisas comecem a fluir sem muito esforço. Mas não se engane, o começo vai exigir um esforço bem grandão da tua parte e você precisa ver sentido no que estará fazendo para que dê certo.
Sente-se e analise quais são os horários disponíveis dentro da rotina que você já tem que podem ser dedicados ao fazer artesanal. Lembre-se de manter uma proporção em relação as outras atividades, você precisa considerar que vai ter que comer, tomar banho e dormir nessas mesmas 24 horas.

A partir de agora, não vou mais ser generalista, vou falar do que eu faço para me organizar com o meu trabalho artesanal, vem com a tia!
Às quartas, sextas e sábados eu dedico em torno de 10 horas do meu dia para o Donna Rita. Às segundas, terças e quintas, ao menos 3 horas são para o trabalho artesanal, já que nesses dias (ao menos neste ano de 2015) eu me dedico a outra atividade profissional. Aos domingos eu procuro descansar e ficar com o Sr. Marido, fazendo outras atividades, mas muitas vezes é preciso trabalhar ao menos umas 2 horinhas. As tarefas de casa eu divido com o Sr. Marido, então por dia, eu consigo dedicar ao menos uma hora aos afazeres domésticos e para nós, isso é o suficiente para manter quase tudo no lugar.
Para me auxiliar a organizar meus dias, eu utilizo algumas ferramentas, que são: agenda, calendário organizador mensal, caderno de agendamento de pedidos, um caderno comum (que eu chamo de caderno de entradas) e um blog planner.

Eu trabalho em casa, e agora? Como eu me organizo!

Você pode achar que é exagero, mas todas essas ferramentas são as que funcionam para mim. Vou falar de cada uma delas e aí você veja se faz algum sentido para você e leve para o seu cotidiano o que couber ou não leve nada kkkkk
Minha agenda é uma agenda de papel, em que eu procuro manter as atividades de rotina, que tem datas para acontecer no meu mês todas lá, organizadinhas e juntinhas no mesmo lugar. O calendário organizador eu utilizo para deixar a vista as ações importantes, como os dias de entregas de encomendas, idas aos correios, quando preciso programar postagens na minha página do Facebook e no Blog, se tenho alguma consulta médica, o dia de lavar roupa, enfim, o calendário é um resumo visível em um mesmo plano da minha agenda do mês.
Um ponto que quero ressaltar aqui, existe um horário para responder emails, checar mensagens na página de trabalho no Facebook e responder aos comentários no blog que são um momento para isso. Um outro momento eu apenas programo as postagens e fora do meu horário de trabalho, ou em algum intervalo que faço para descansar, eu checo minha página pessoal, então a dica é: consiga se manter fora das redes sociais enquanto trabalha, isso vai lhe render um tempo inacreditável, confia na tia...

O caderno que eu chamo de entrada, aprendi com a Thais Godinho - do blog Vida Organizada e no livro dela de mesmo nome - que serve para as anotações imediatas. Esse caderno está sempre comigo e nele eu anoto tudo aquilo que está "entrando" no meu dia, seja uma tarefa nova ou uma ideia, para depois, no momento específico eu colocar essa informação onde ela precisa estar.

Além do fazer artesanal, que é o próximo ponto, também tenho este espaço aqui, o blog que demanda muito tempo e dedicação para fazer o melhor possível para vocês que acompanham a mim e ao Sr. Marido ao menos três vezes por semana. Para manter isso aqui funcionando nos eixos eu utilizo um blog planner, que até ano passado era no papel e não funcionava muito bem, até que conheci o planner criado pela Paloma Sernaiotto - conhecida como Lominha do Blog Sernaiotto.com - que é em formato de planilha e tem todas as seções que preciso para organizar isso aqui: calendário editorial, banco de ideias, banco de resenhas, agenda de divulgações, rascunhos, estatísticas, enfim, tudo! É uma mão na roda incrível e se você tem um blog sugiro fortemente que você use um planner. Se quiser o da Loma, clica aqui.
Geralmente, toda esta parte que eu considero mais administrativa é feita pelas manhãs, para a tarde me dedicar a parte mais delícia da coisa, a prática!!!

Eu trabalho em casa, e agora? Como eu me organizo!

Para o momento mão na massa, a ferramenta mais importante de organização é o meu Caderno de agendamento de pedidos. Nele ficam armazenadas todas as informações dos clientes e seus respectivos pedidos, com detalhes sobre o que precisa ser feito e as datas que devem ser cumpridas para que as encomendas sejam entregues dentro do prazo estabelecido.
Toda manhã, e às vezes à noite, eu passo os pedidos das lojas virtuais para o caderno, assim na hora de começar a produção eu não preciso acessar a internet novamente e correr o risco de me distrair com algo que com certeza estará lá para chamar minha atenção. 
Outra coisa muito útil nesse caderno é o fato de ter um espaço para o controle do status do pedido. Mesmo depois que ele foi enviado eu posso acompanhar o rastreio dos correios e saber onde anda a postagem, saber se houve atraso e quando é entregue. 
Estar com essas informações em mãos também ajuda no processo pós-venda, pois posso retornar ao cliente, sabendo todos os detalhes do seu processo de compra e tenho a possibilidade de atendê-lo sempre da melhor forma possível, e isso com certeza conta pontos para a fidelização.
E como a nossa marca é muito importante no nosso negócio criativo, o caderno é personalizado com minha logo na capa e nas folhas internas. (Aliás, marca e identidade visual do negócio craft é um dos próximos assuntos na categoria "negócio criativo", fique ligadx.)
E esses são os pontos mais relevantes do meu processo de organização. Mesmo parecendo rígido, na verdade não é. Todas essas ferramentas permitem que ele seja bem flexível e estando com tudo no lugar, quando acontece algum imprevisto, como ocorreu há poucos dias, eu fiquei sem meu computador (!!!), não entrei em pânico e tudo fluiu da melhor maneira possível. 

Eu trabalho em casa, e agora? Como eu me organizo!

Se você também quer ter o seu caderno de pedidos todo personalizado (personalizado mesmo, com sua logo e os itens que você precisa para se organizar do seu jeito), feito para que você consiga dar o pontapé inicial na fase de organização e produtividade do seu trabalho criativo, você pode contar com a minha ajuda! Uhuuuu Yeeeiiiii Obrigada Donna Rita!!! Até o final do mês de Maio estará rolando uma promoção na Loja Virtual para que você possa ter seu caderno de pedidos com 10% de desconto, frete econômico no valor de R$7,00 e com um presentinho surpresa, tudo feito com muito carinho pela tia que vós fala. Para ter tudo isso, basta usar o código EUVINOBLOG na hora de fechar sua compra. E aí, gostou? Agora é só CLICAR AQUI para comprar o seu!

Agora eu quero ver todo mundo se organizando e quero saber como você faz pra se organizar Me conta aqui nos comentários ou use a hastag #donnarita pra me mostrar como você faz.

Beijitos!


Esse post é um publieditorial da Loja Donna Rita, patrocinadora oficial deste Blog.



8 de mai de 2015

Livros, e-books, downloads e domínio público...


donna rita - livros, e-books, downloads e domínio publico


Queridos e queridas, hoje é dia falar de livros.... 

Você já deve ter percebido que somos todos leitores assíduos aqui no ateliê, somos verdadeiras traças – ok, não sei se essa comparação é tão feliz assim, mas... – e o tema leitura aparece aqui sempre que possível. 

Já escrevi algumas vezes sobre a importância da leitura em minha vida, clique aqui, o famoso Book Haul em vídeo que você pode ver dando uma clicadinha aqui. Deu um trabalho danado fazer esse negócio. Tem também uma postagem feita pela Donna Rita sobre livros de colorir para adultos, clique aqui para ver. E também uma postagem de livros sobre livros bem aqui...

É uma verdadeira folia literária...

Pensei em várias possibilidades de como fazer mais uma postagem sobre literatura. Foi difícil, mas consegui. Dando uma caminhada pelas estreitas e obscuras ruas da internet lembrei dos livros de domínio público. Esse é o meu tema da postagem de hoje... 

Domínio público são aquelas obras de livre uso comercial, não submetidas a direitos exclusivos. No Brasil o livro só cai em domínio público após setenta anos do falecimento do autor, ou ainda se o autor não tiver nenhum sucessor para deixar os direitos autorais. A disponibilidade é gratuita e o site do governo que disponibiliza. Você sabia disso??? Livros gratuitos, e-books, que você pode baixar em seu PC sem violar direitos autorais... Que mundo maravilhoso é esse ...

Mas aí sempre vem um remelento e fala: “...Mas só tem livros chatos, mimimi...” 

Tem alguns livros chatos sim, mas com uma bela peneirada é possível descobrir uns livros bem legais. Vou citar alguns exemplos de achados no domínio público: 


  • A metamorfose, de Kafka 
  • A divina comédia, Alighieri 
  • O príncipe, Maquiavel 
  • O anticristo, Nieztche 
  • Odisséia, Homero 
  • Auto da barca do inferno, Gil Vicente 
  • Dom Quixote, Miguel de Cervantes 
  • Memórias póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis

E muitos outros que eu nem sequer descobri ainda.

É livro pra caceta para você baixar e ser feliz. Segue abaixo o link do site do governo para fazer  download de seus e-books:


Bom, aproveitem essa valiosa dica...

donna rita - livros, e-books, downloads e dominio público

Esse foi mais um post do Sr. Marido que escreveu e saiu correndo para enfrentar os Gigantes/Moinhos...


6 de mai de 2015

Conversa de café: Vingadores, Ultron e muitos mimimis...

donna rita - cinema - vingadores

Garotos e garotas... 

Todos sabem da febre dos vingadores que se instaurou pelo mundo, por isso  - como um bom nerdinho - resolvi falar também da minha experiência. 

Ao contrário do que aconteceu no primeiro filme eu procurei me afastar de toda a repercussão. Evitei os trailers, acompanhei somente alguns filmes dessa fase número dois da Marvel, não busquei por nenhum comentário na internet. Joguei minha expectativa lá embaixo. 

Por quê?? 

É óbvio, por mais que eu quisesse muito assistir ao filme, e que ele fosse melhor que o primeiro, jamais iria superá-lo. E o resultado disso só poderia ser a frustração por não ter minhas expectativas atingidas. Uma verdadeira brochada. 

O primeiro foi melhor porque a Marvel Studios soube cativar o seu público. Seja com a série de filmes precursores - e olha que nem todos foram bons - ou com as diversas menções ao projeto Vingadores. O trabalho da primeira fase foi perfeito. Eles poderiam fazer qualquer porcaria que o público estava pronto para aceitar, por que no fundo todo mundo queria que desse certo. E realmente deu... 

O público foi condicionado por um caminho que só poderia levar a satisfação. E todos adoraram os vingadores, uma unanimidade. Obviamente esse segundo filme da série não teria o mesmo impacto. Já não existia o fator surpresa e o desafio de fazer um segundo filme melhor que o primeiro é realmente um desafio que às vezes parece intransponível. 

Com exceção de Rocky II, esse sim superou o primeiro filme de sua franquia.

Resolvi apostar todas as minhas fichas na semana de assistir ao filme. 

Comprei os ingressos mais caros no cinema mais foda e apostei na Marvel. Isso mesmo, leve meu dinheiro! Como resultado assisti um filme tão bom quanto o primeiro. Só não pareceu tão bom por causa da ausência de todos os fatores listados acima. Conheço pessoas cujo o "hype" estragou a experiência.

Eu mesmo tive uma experiência ruim em relação as expectativas. Esperei tanto pelo Hobbit, e acabei me decepcionando. Não queria cometer esse erro novamente, agora com os vingadores.

Eu vi realmente tudo o que queria ver. Um universo de meus queridos heróis de infância combatendo os malfeitores, e o grande mérito da Marvel é sempre respeitar o leitor de quadrinhos. Me senti respeitado. A trama não importa muito, é sempre aquela velha história do vilão que põe em risco toda a humanidade e somente os heróis são capazes de impedir. É sempre esse eterno looping que eu adoro... 

O filme apresentou diversos pontos positivos. Cenas memoráveis como a luta entre Hulk e a Hulk Buster, personagens interessantes como a Feiticeira Escarlate e o Visão. As combinações de golpe entre o Capitão e Thor. Os tons de humor foram muito bem dosados. Realmente sai sem ter do que reclamar. Fui entretido.

donna rita - cinema - vingadores

Outra coisa que eu pude perceber pelos cantos obscuros da internet foi uma certa resistência ao tal do Ultron. Porra, ele é um cara legal, típico vilão clichê dos quadrinhos, um Jean Claude Van Damme em Mercenários II, uma coisa bem no estilo Tripa Seca. O inimigo louco, excêntrico, que tem a necessidade de revelar seus planos para os heróis antes da execução, isso é demais – lógico, pensando em um filme que retrata personagens de Hq's. Vale também ressaltar a participação de James Spader fazendo a voz do simpático vilão, foi fodástico.

Fico pensando naquela galera que entrou no twitter do diretor para xingá-lo. Gente, só pode ser doença brigar tanto por causa de um filme. É ser babaca demais...

donna rita - cinema - vingadores

Em suma, aconselho que todos assistam. Leve a namorada, leve as crianças e divirta-se. 

Esse foi mais uma opinião de merda do Sr.Marido que escreveu e saiu correndo com seu escudo de papelão holler...



4 de mai de 2015

11 ideia de presentes para o Dia das Mães

O Dia das Mães já está aí e mesmo que eu concorde com a máxima "que todo dia é dia das mães" eu adoro uma data comemorativa e esta, mesmo não sendo mamãe e nem tendo mais uma, é uma das minha preferidas!!!
Sendo assim, vim compartilhar com você uma lista com 11 ideias de presentes para o Dia das Mães para te ajudar a decidir, se você é uma dessas pessoas como eu que deixa tudo para a última hora!

11 ideia de presentes para o Dia das Mães

1. Kit com relógio, colar e brinco, Allora/ Submarino (Sr. Marido, pode me dar este aqui viu!!!)
2. Paleta de sombras, Sephora; 3. Brinco Asa, Amo muito; 4. Smartphone Samsung Galaxy, Submarino; 5. Vestido estampado, Tantan/ Uselets; 6. Livro Mãe te amo com todas as cores, Livraria Saraiva; 7. Bolsa Fellipe Krein, Dafiti; 8. Batedeira Cadence, Submarino; 9. Kit para carro, Donna Rita; 10. Carteiras, Donna Rita; 11. Livro da mamãe e do bebê, Donna Rita.

Eu fiz essa lista de acordo com o meu gosto, mas a intenção é de te inspirar, então tem presente pra todos os estilos, tipos e bolsos!
Como eu já disse, gosto de datas comemorativas e nesse Dia das Mães, aproveite para mimar a sua, e para ser mimada pelos seus filhotes, com presentes ou não. O que importa é estar juntinho, fazendo o melhor para encher as mamães de carinho!

E você, vai dar ou vai ganhar o quê de Dia das Mães, já sabe? Me conta vai?

Beijitos!


Este post é patrocinado pela Loja Donna Rita, que é nosso ganha pão e ajuda a manter este blog. Os demais links contidos neste texto são de afiliação. Se você adquirir algum item através deles, nós seremos comissionados e você estará ajudando a manter este blog e a garantir o leitinho dos filhos felinos.


1 de mai de 2015

E lá se foi Abril: resumo mensal e calendário de maio para baixar

E mais um mês passa correndinho por nós!!! (ou nós passamos correndinho por ele?)

E sem muita enrolação, vamos ao que tivemos por aqui esse mês:

E lá se foi Abril: resumo mensal e calendário de maio para baixar

Começamos abril com o nosso Calendário mensal para você baixar (fica aqui comigo até o final que você já vai encontrar o de maio para fazer o download); depois Sr. Marido viajou e compartilhou com a gente Dicas para não ser o mongolão do grupo em uma mochilagem e na mesma pegada, seguimos com nossas jogatinas em Party Games: Enigmas Macabros/ Black Stories, falando de joguinhos marotos para serem praticados em qualquer lugar (este foi testado e aprovado a beira-mar!)

Na categoria "negócio criativo" a postagem do mês foi sobre Como escolher (e por que ter) uma loja virtual, com dicas bem interessantes para quem está começando ou querendo começar a vender nas interneti. Para deixar o ateliê, ou sua casa, mais bonita e organizada, dividi com vocês algumas ideias para Organizar as linhas de costura

Sr. Marido, no auge de suas manias, fez uma lista dos 5 Filmes mais assistidos de todos os tempos, nesta casa....

Tivemos um Faça você mesmo com quadrinhos de botões muito fofuchos e passeamos pela Brazil Scrapbooking e Patchwork Show que aconteceu em São Paulo e claro, também fizemos umas comprinhas por lá e mostramos tudo por aqui!

Falei de dois assuntos que estão na boca do povo: A polêmica das sacolinhas plásticas na cidade de São Paulo e a Febre dos livros de colorir para adultos, que veio acompanhada de uma lista com 15 indicações destes livros para atiçar sua curiosidade.

E o pra finalizar abril com tudo, tivemos a saga do Sr. Marido no mundo das costurices em Men at work: a arte e o desastre dos bonequinhos de feltro. Essa saga ainda vai dar o que falar por aqui aguarde!!!

E lá se foi Abril: resumo mensal e calendário de maio para baixar

E agora, como prometido, basta clicar no botão abaixo e baixar seu calendário de maio. Este mês ele veio azulzinho! Escolha entre compartilhar em seu Twitter ou Facebook e logo após o compartilhamento o link para o download estará disponível.


Que nosso mês de maio seja ótimo!!! Espero contar com a companhia de vocês por mais este mês.
Aproveita que você chegou até aqui e compartilha essa postagem com a galera!

Beijitos!

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.