30 de jan de 2015

E lá se foi janeiro: resumo mensal

E lá se vai janeiro e todas as suas promessas de mudanças...


Se você for observador@, percebeu que aconteceram muitas coisas por aqui durante este mês: mudança de layout, de logo, frequência das postagens, categorias, sociedade com o Sr. Marido (tô até pensando em mudar o nome do blog para Donna Rita e Sr. Marido, que vocês acham? rs) e mais outras coisas. Estamos mais presentes no Facebook, Instagram, Google+, fizemos até um Twitter e eu finalmente consegui fazer o blog aparecer para ser seguido no Bloglovin (aproveita pra seguir...)

Ainda estamos nos organizando e aprendendo a lidar com esta nova função que é cuidar direitinho deste cantinho à 4 mãos, mas esse mês deu tudo muito certo e esperamos que assim continue.

Optamos que toda postagem de final de mês será um resumo do que aconteceu por aqui, então, vamos ao nosso Resumo Mensal!!! (tinha que ter uma vinheta, um gif, uma logo... kkkkk)

E lá se foi janeiro: resumo mensal

Te demos 10 dicas para evitar o desperdício de alimentos aí na sua casa, jogamos Eldritch Horror com o Sr. Marido e marcamos um quadribol na agenda do Harry Potter
Forramos lindos botões sem usar o balancim enquanto assistíamos 5 filmes e séries para animar o final das férias ou líamos os livros que fizeram parte do nosso Book Haul.  
Teve também um calendário fofo para baixar e ajudar na organização. Aprovamos a Air Fryer em nossa cozinha maravilhosa e fizemos nosso Pote de memórias para lembrar de tudo de bom que vai nos acontecer neste ano que mal começou, mas já está indo bem depressa.

E lá se foi janeiro: resumo mensal

Nos vemos em fevereiro, no ritmo da folia ou não...

Beijitos!

28 de jan de 2015

10 dicas para evitar o desperdício de alimentos

10 dicas para evitar o desperdício de alimentos

Olá Pessoas!!!

Hoje eu vim aqui para tentar fazer você pensar um pouco: você sabe o quanto de comida desperdiça na sua casa???
Não precisa me responder, só pense...
Sei que nenhum de nós se propõe a desperdiçar comida deliberadamente ao menos eu espero.
Existem diversas formas de desperdício, mas a que quero tratar aqui é a que acontece dentro dos nossos lares e às vezes nem nos damos conta. Se você quiser mais informações sobre, a nível nacional, indico que você leia sobre as pesquisas realizadas pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Você já reparou que quando se trata de alimentos, principalmente alimentos frescos, nós acabamos comprando mais do que realmente precisamos? Sei que estou te enchendo de perguntas, mas aí vai mais uma: quantas vezes parece que algo ficou esquecido e perdido no fundo de sua geladeira, nas profundezas de sua gaveta, até que fosse tarde demais para salvá-lo? E quando você encontrou os restos mortais, qual foi o destino deste pobre ser?

Estou perguntando tudo isso, pois aqui em casa somos apenas eu e o Sr. Marido. Tentamos nem sempre com muita vontade nos alimentarmos de forma saudável e recentemente começamos a frequentar a feira e o hortifruti da cidade, sempre comprando pouco, mas com certeza mais do que precisamos para uma semana e toda vez que vamos limpar a geladeira encontramos algo que um dia foi um ramo de cheiro-verde ou talvez um tomate, vai saber...

Aí, você de forma muito inteligente me sugere: "Ah Rita, é só comprar menos e mais vezes, resolveria o seu problema..." mimimimimimi Sim, eu concordo! Mas infelizmente não temos tempo de ir mais do que uma vez na semana no hortifruti (onde as frutas e os vegetais são mais frescos) e a feira só acontece por aqui uma vez por semana. Ficaria muito feliz se me sobrasse tempo para organizar as refeições no dia em que elas serão feitas, mas eu dú-vi-de-o-dó que existam milhões de pessoas por aí que consigam fazer isso, duvido! As que conseguem com toda a certeza são a exceção.

Enfim, com o objetivo de não desistirmos de melhorar nossa alimentação e não voltarmos aos tão queridos alimentos congelados (eca, eca, eca) comecei a pesquisar alguns truques para aumentar a "vida-útil" dos nossos alimentos, economizar grana e não encontrar mais nenhum resto mortal no fundo da minha geladeira. Hoje eu vou dividir com vocês as 10 dicas que estou colocando em prática e logo-logo eu volto aqui e digo se funcionaram ou não.




1 - Corte a cebolinha verde, espere secar um pouco e a coloque em uma garrafa plástica. Guarde a no congelador e quando for cozinhar, basta "polvilhar" a cebolinha sobre sua comida.
2 - Não guarde batatas junto com cebolas, isso faz com que estraguem mais rápido. Não me pergunte o por quê...
3 - Guarde as folhas verdes secas, em um pote coberto com papel toalha e por cima um filme plástico (essa vai ser testada com certeza!)
4 - (essa é básica) Ao encontrar algo estragado em sua geladeira, retire imediatamente. Vale o ditado: uma laranja podre apodrece todo o saco...
5 - Bananas devem ficar fora da geladeira e com um filme plástico ou papel alumínio em volta da coroa. Certifique-se de guarda-las longe de outras frutas, pois o excesso de gás etileno liberado pelas bananas, faz com que as frutas ao seu redor amadureçam mais depressa (oia!).
6 - Guarde ervas e temperos frescos na vertical, dentro de um copo com água (tipo flores mesmo) dentro da geladeira. Cubra com um saco plástico e prenda com um elástico em torno do copo.


7 - Mantenha o leite e outros laticínios na prateleira do meio de sua geladeira onde a temperatura oscila menos. Esqueça da porta... O mesmo vale para os ovos.
8 - Não armazene carne com outros alimentos na mesma gaveta. A tal da contaminação cruzada pode ocorrer e aí é desperdício na certa.
9 - Evite a super lotação da geladeira e esqueça para sempre qualquer paninho ou plastiquinho sobre as grades. A mantenha organizada. A circulação de ar dentro da sua geladeira deve ocorrer sem obstruções, fazendo com que os pontos mais quentes sejam alcançados, evitando deterioração dos alimentos.
10 - Sempre que puder, utilize embalagens à vácuo.

Olha só, eu encontrei bem mais que 10 dicas por aí, mas essas serão as que colocarei em prática aqui no meu lar doce lar e se colocasse todas, a sua leitura levaria aproximadamente 17 horas... kkkkkkk.

Outra coisa que também pode auxiliar contra o desperdício é planejar suas refeições, mas esse também é assunto para outro post. 

Em breve eu volto com outras dicas de como armazenar alimentos como frutas, vegetais, pães e carnes.

Espero que seja útil na sua vida!

Beijitos.

PS: enquanto eu escrevia esse post, Sr. Marido estava na cozinha fazendo hambúrgueres caseiros... hehehe... 


26 de jan de 2015

Eldritch Horror e o indescritível mundo dos board games modernos...

Bem vindos, queridos amigos amantes do artesanato, da boa vida, e de board games. Por que não? 

Hoje pretendo aqui compartilhar com vocês minha experiência em board games, os famosos jogos de tabuleiros. No decorrer das postagens irei falar mais especificamente sobre cada um desses novos jogos. Minha experiência ainda é um pouco rasa, limitada pelo meu potencial financeiro. Ou seja, não tenho tantos jogos de tabuleiro quanto gostaria, ser pobre é foda triste. Mas um dia quem sabe eu deixe de ser esse pobre miserável. A reposta mais provável para esse enigma é: “Quem sabe”.

Nessas minhas andanças pela internet, mais precisamente pelos cantos escuros da podosfera brasileira, conheci o maravilhoso mundo dos jogos de tabuleiros modernos. Eu ainda me encontrava naquela velha situação de jogar War, Banco Imobiliário, e até mesmo dominó com o meu sogro e me sentir o máximo. Vale aqui uma menção honrosa ao Hero Quest, eu e meus amigos perdemos algumas tardes com esse jogo. Até que em uma sexta-feira uma luz entrou pela minha janela, bateu diretamente em meus olhos, me deixando cego por alguns segundos, e finalmente descobri que existiam jogos de tabuleiros mais complexos, e muito mais interessantes. Jogos mothafockers.

E o melhor, descobri jogos de tabuleiros que envolvem um universo inteiro de fantasia e horror. Confesso ser um pobre coitado, fã de filmes – RUINS, diga-se de passagem – de horror e suspense. Não sei muito bem ao certo, mas esses filmes “b” me fascinam. Logo que descobri a existência de um jogo de terror, fiquei extasiado, louco, maluco demais, inominável. Caí do alto de minha cadeira, precisava comprar todos... 

Hero Quest, a nostalgia bate forte...

Zombicide e tantos outros... 

Comecei com o fantástico Zombicide. Tudo bem que nem é muito horror, o jogo é muito mais galhofado, engraçaralho – você consegue perceber pelo naipe das personagens: tem a versão genérica do John Maclane, uma do Michael Douglas no dia de fúria, tem até mesmo um Rick paraguaio do "The walking dead" – excelente jogo. As missões colaboram bastante para a galhofação do game fazendo o jogador se sentir em um cenário de um dos filmes do George Romero (um velhinho maroto que dirigiu uns filmes bem legais de zumbis). 

Pois bem, reuni toda a cambada de amigos em casa, me diverti algumas horas jogando, mais morrendo do que matando zumbis. A vida é assim mesmo. Porém, foi na fatídica bienal do livro em um estande da Galápagos jogos, que encontrei o jogo que me foi prometido. O board game que tanto procurei e não sabia, que explodiu minha cabeça e esparramou meu cérebro fétido pelo chão.

Finalmente encontrei aquele board game que me foi destinado. Não havia sentido uma emoção forte dessas desde Silent Hill 2. O fantástico, maravilhoso, estupendo, fodão, complexo, mothafocker, macumbado: ELDRITCH HORROR...

Zombicide, o lado cômico do horror...

ELDRITCH HORROR e suas maldições...

Produzido nos States pela Fantasy Fly, distribuído no Brasil pela Galápagos jogos, e aqui no quintal de casa até agora ninguém distribuiu PORRA nenhuma nada. É um board game inspirado em uma versão lá dos EUA chamada Arkham Horror. A premissa do jogo é interessantíssima. Os personagens viajam pelo mundo, solucionando mistérios e fechando portais para impedir a vinda dos Anciões. Pra quem não conhece, os anciões são entidades milenares extraterrenas que hoje se encontram em um estado de profundo torpor - foram apresentados por diversas vezes no mundo insano de H. P. Lovecraft. Aliás, o jogo inteiro é baseado nas obras desse mestre do horror. Fica aqui a recomendação de leitura do excelentíssimo “Nas montanhas da loucura”, não vai se arrepender. 

Durante as viagens pelo mundo as personagens se deparam com artefatos desconhecidos, muitas vezes são obrigados a pactuar com criaturas estranhas em troca de poder. Acontece quase sempre de um personagem ser amaldiçoado, e alguns outros podem terminar loucos. Existe uma gama de possibilidades e circunstâncias que torna o jogo surpreendente, dinâmico e macabro... 

A mecânica do jogo é muita parecida com RPG, onde as personagens, cada um com suas especificidades, possuem atributos que são testados no decorrer do jogo. E quando digo que os personagens são diferentes é porque são realmente muito diferentes uns dos outros. Isso obriga o grupo a escolher os mais diferentes perfis a fim de traçar as mais diferentes estratégias. Lembrando que é um jogo cooperativo, onde você precisa pensar pra caralho bastante... 

Oras…… você precisa do burucutu tanto quanto daquele vidente que é capaz de solucionar mais facilmente os mistérios, assim como você precisa daquela pessoa que é capaz de esconjurar monstros, e do outro fulaninho capaz de conjurar poderosos feitiços. Ou seja, todos possuem uma relativa importância e um background fortíssimo. Exemplo: Tem um soldado inglês da primeira guerra que viu a esposa ser assassinada por uma criatura inominável, talvez a mesma que ele tenha encontrado em uma trincheira durante a grande guerra. E agora ele vaga pelo mundo procurando rumores sobre a tal entidade. Assim como em muitas mesas de RPG o jogo é cooperativo, onde os jogadores devem se juntar para impedir a chegada dos anciões e o consequente fim do mundo...

Impeça a vinda do Cthulhu, mas cuidado para não ficar lóki...

Veredito... 

Eldritch Horror é excelente para aqueles que gostam de jogos de tabuleiros e procuram algo diferente. E de quebra você não vai correr o risco de estragar seu relacionamento devido a jogos competitivos, assim como o War que possui a capacidade de desmanchar romances e amizade. O único ponto negativo de tudo isso é o fator Brasil, o jogo é caro por causa dos malditos impostos de nossa querida terrinha. Infelizmente o jogo custa algumas picanhas... É uma ótima pedida se você procura por algo diferente...

Fica aqui a minha indicação. Quando sobrar um troquinho no mês não se arrependa, compra e divirta-se com seus amigos por horas desvendando os horrores, ou acabe ficando louco.

Esse foi mais um post do Sr. Marido que escreveu e saiu correndo dá na orelha do Cthulhu...

23 de jan de 2015

Harry Potter e a pedra artesanal...

Avada Kedrava, bola de fogo e mais... 

Queridos companheiros de Donna Rita hoje eu, Sr Marido, vesti minha roupinha engomadinha de jovem bruxo, peguei minha varinha (UI!!!), coloquei meus óculos e “subi na vassoura”. Eita, quantas referências sexuais em uma só frase... Mesmo assim, deixando de conversa mole, vamos para o que interessa. E hoje, Harry Potter saiu debaixo da escada para nos encontrar aqui no Donna Rita...

Aviso: Antes de prosseguir saiba que este é um post publicitário patrocinado pela Donna Rita. Precisamos pagar o leitinho das crianças...kkk

Como é do conhecimento de todos, a história nos trouxe muitos magos famosos do mundo da fantasia e até mesmo no mundo real: Harry Potter, Gandalf (o mais foda legal de todos), Merlin, Aleister Crowley, Paulo Coelho e por aí vai. Mas, poucos deles venderam um número tão grande de cópias, foram mais de 600 milhões com apenas sete livros. Isso mesmo, 600 milhões de cópias. Imagina quantas picanhas não pingaram no bolso da senhorita J.K. Rowling ao final de cada mês. Isso sem contar o quanto ela deve ter arrecadado com a série de filmes. Com certeza dinheiro não é um dos problemas da simpática JK... 

Harry Potter - Donna Rita
Harry e seus amigos bem mais legais que ele ...

Mas, por que essa fascinação toda? Que magia é essa?

Na verdade nossa querida Rowling não trouxe nenhuma novidade. Magia já era um tema muito batido. Com um pouco de leitura você consegue perceber as mais diversas influências em sua obra, não que isso seja algo negativo, todos temos nossas influências isso é muito comum e saudável. O protagonista Harry Potter não é nem o personagem mais legal de toda a história, há muitos personagens que são bem mais interessantes. Pra ser sincero, o meu favorito é o Roni, ele deveria ser o protagonista dessa porra toda história. Eu até acho que Potter deveria ter morrido no final pra fechar certinho o arco, ia ser muito mais legal. Torci muito pelo Voldermort, mas... 

A grande sacada, o super trunfo, é o universo. Poucos universos foram tão bem detalhados e tão bem feitos como o de Harry Potter. Cá entre nós, qual criança nunca se encantou com a magia de Hogwarts? O grande mérito da escritora foi fazer o leitor se prender aos detalhes: as escolas, o chapéu seletor, o romance entre as personagens, dentre outras coisas. É um universo extremamente rico e detalhado. Outro ponto importante, que infelizmente eu não tive, é a experiência de crescer com as personagens. Os livros são do final da década de noventa e muitos dos leitores eram pequenos juvenis acompanhando as aventuras do bruxinho. E conforme a trama foi encorpando, e os personagens foram crescendo, os leitores cresceram juntos. Isso é foda bem legal, muitos dos leitores "participaram" e se identificaram com o que estava acontecendo. Infelizmente, eu só fui ler depois de velho, não tive essa experiência... 

Harry Potter - Donna Rita - Voldermort
Pobre Voldermort, incompreendido...

Agora, ligando o modo Bottini... 

E para celebrar a beleza, a magia, e o encanto do mundo de Harry Potter que Donna Rita lançou uma coleção pensando em você que é fã. Assim surgiu a linha de cadernos e agendas do fantástico mundo do Sr. Potter. Todos feitos artesanalmente, com muito esmero e carinho. E o mais impressionante é que você pode procurar pela estampa de sua casa favorita: Grifinória, Luffa-Luffa, Sonserina e Corvinal. Escolha a sua favorita e seja bonito, feliz e tire onda pra caralho com sua casa favorita...

Mostre ao mundo que você ama esse universo tão intrigante. Clique aqui, ou na imagem abaixo, para ir até a página ver o nosso catálogo...


http://www.elo7.com.br/cadernos-harry-potter/dp/474B13#df=d&uso=o&pso=up&osbt=b-o&nqs=0&sv=0
Quanta fofura...

Felicidades a todos... 

Esse foi mais um post do Sr Marido que escreveu e saiu correndo atrás do Pomo de Ouro...

21 de jan de 2015

Como forrar botões sem o balancim

como forrar botões sem o balancim
Olá, olá, olá!

Quem me acompanha pelo Facebook ou pelo Instagram sabe que eu adoro botões! Aqui no ateliê eu os tenho aos montes, às vezes eu até exagero... 

Há um tempo atrás, quando eu precisava de botões forrados eu tinha que ir até uma loja de armarinho e pedir para forrar ou recorria as amigas possuidoras da "maquininha mágica", o balancim, para me dar um help, porque eu não tinha a ferramenta que salvaria muitos dos meus projetos. 

como forrar botões sem o balancim
A ferramenta "mágica".
O balancim é uma prensa, que com o uso de diversas matrizes, você forra botões, coloca rebite, ilhós, botão de pressão e mais um monte de coisas. É uma ótima ferramenta se você tem espaço pra guardá-la.

como forrar botoes sem balancim
Balancim e algumas matrizes. Foto: Flickr Patrícia Medeiros
E hoje em dia - você me pergunta -  como você faz para forrar os botões Rita, comprou o tal do balancim?

E a resposta é: nãoooooooo! Eu continuo não tendo o trocinho mágico, mas agora eu mesmo forro os meus botões, economizo meu dinheiro e principalmente, meu tempo e o saco das amigas que tinham que me aturar querendo botão toda hora...

E agora vou dizer como eu faço. Você vai precisar de: (clique nas fotos para aumentá-las)

como forrar botões sem o balancim
- retalhos de tecido;
- base dos botões bombê ;
- matriz para botões bombê (que são as verdadeiras peças mágicas, um balancim sem elas, não adianta de nada, só faz pressão kkkkkk piada infame);
- martelo;
- um pedacico de feltro ou outro retalho macio.

Faça o seguinte:

Você precisa cortar círculos nos tecidos. Para isso, meça a base do seu botão e some mais 2 cm. Esse resultado, vai ser o diâmetro do seu círculo.

como forrar botões sem o balancim
Após os círculos cortados, você vai pegar a matriz, ela fica assim desmontada. Essas minhas são nº 20 e nº 24.

como forrar botões sem o balancim
Encaixe a parte 2 dentro da parte 1 da matriz. Pegue o círculo de tecido e a base do botão bombê e centralize sobre a matriz.

como forrar botões sem o balancim
Encaixe o tecido e a base do botão dentro da matriz e depois coloque a parte 3.

como forrar botões sem o balancim
Preste atenção para deixar o tecido todo para dentro da parte 3, como na imagem abaixo.

como forrar botões sem o balancim
Encaixe a parte branca (de trás) do botão dentro e coloque a última parte, a 4, encaixada na matriz. Proteja com um pedacinho de feltro e agora a parte mais legal, é hora de bater!!! 
Com o martelo dê umas 4 ou 5 marteladas de leve, com carinho, de preferência em cima de uma superfície firme. Eu bato no chão mesmo, para evitar qualquer problema. E tomem cuidado com as mãos hein, sem dedos esmagados! 

como forrar botões sem o balancim
como forrar botões sem o balancim
Tchã tchã tchã tchannnnn!!! Agora é só desmontar a matriz e curtir seus botões! Não é amor demais???

como forrar botões sem o balancim

como forrar botões sem o balancim
E aí, gostou?

Ah, Rita, mas eu não tenho matriz, como eu vou forrar os meus botões?

Achou que ia ficar na mão né?? Eu também tenho a solução!!

Mas presta atenção, porque aqui não vai ter foto...

Pegue o seu botão comum, agulha, linha, retalhos de tecido e algum tipo de manta ou feltro.

Meça o seu botão. Acrescente 2 cm a medida que você obteve medindo o botão e corte um círculo no tecido com o diâmetro do tamanho que você chegou ao final da sua soma. Exemplo: meu botão tem 1,5 cm. Somando mais 2 cm eu terei 3,5 cm, então, meu círculo de tecido terá 3,5 cm de diâmetro.

Com o círculo de tecido, faça um fuxico (só ir alinhavando em volta do tecido). Antes de arrematar, corte na manta um círculo do tamanho do botão. Coloque a manta e o botão dentro do fuxico, puxe a linha até fechar e arremate. Pronto, você tem um botão forrado lindo e sem nenhum "equipamento" que dispenda um grande valor.

Espero que seja útil pra você. E assim que fizer, não esquece de me mostrar!

Beijitos


<a href="http://www.bloglovin.com/blog/13525437/?claim=nf3u2ynang8">Follow my blog with Bloglovin</a>

19 de jan de 2015

5 filmes e séries para ver nesse final de férias ...

Bom dia, boa tarde, ou boa noite... 

Queridos amigos e amigas do Donna Rita, estou aqui mais uma vez, Sr Marido, para partilhar um pouco desse meu conhecimento de merda limitado. O calor está foda difícil de aguentar, mas mesmo assim, nós do Donna Rita, estamos firmes e fortes. E já que estamos no final do grandioso período de férias decidi escrever algo acerca. 

Pensando nas atividades realizadas com a Donna Rita, e inspirado na ideia do Rotaroots, decidi fazer uma postagem sobre como aproveitar o final desse período tão especial e agradável. Então, lá vai uma lista com cinco filmes ou séries fodas para se assistir. Logicamente, as opiniões expressadas aqui são baseadas ma minha própria opinião fecal, onde 99% achismo.



Nas férias aproveitei para "reassistir" - a última vez que assisti tinha sido na telaquente, que merda que é ficar velho - essa película maravilhosa. Não vou me prender muito sobre o roteiro, pois todos conhecem a história desse simpático assassino serial canibal extremamente elegante e educado conhecido como Hannibal Lecter. Até o nome do sujeito tem um peso forte, assustador, vocês não acham? 

Aliás, se você tiver tempo lhe indico todos os três filmes: O silêncio dos inocentes, Hannibal, e Dragão Vermelho. Por favor, ignore a merda do quarto filme – Hannibal, a origem do Mal – por mais que a obra tenha sido baseada na obra de Thomas Harris, o criador dessa porra toda, o filme vacilou demais.

Silêncio dos inocentes é uma excelente pedida se você gosta de um suspense e do nosso querido Antony Hopkins. Mais pra frente eu pretendo escrever uma postagem mais completa sobre a série de filmes do Hannibal. A proposta desse post é somente dar dicas, então... Próximo!!! 


Olha que velhinho simpático



O que falar dessa série fantástica? É importante observar que cada temporada traz uma história de horror diferente e sinistra, então você pode ligar o foda-se e assistir em qualquer ordem. Mas para essa postagem irei me prender somente na segunda.

Asylum se passa no longínquo ano de 1964 e traz como personagem principal a instituição mental chamada Briarcliff – uma espécie de manicômio para criminosos administrada pela Igreja Católica. Acontece que a alta cúpula de administração é mais lóki que os “pobres” louquinhos. O hospício é habitado pelos mais diferentes perfis de pessoas: tem freira possuída, freira em crise de fé, médico maluco, assassino serial, mutantes, jornalista e o caralho à quatro. Falar mais que isso é dar spoiler.

Olha, o cardápio é recheado. E o melhor, as duas primeiras temporadas se encontram disponíveis na NetFlix, é só clicar e assistir. Tá aí uma dica excelente pra quem gosta de suspense e horror. 


Perturbador...



Agora para deixar o clima um pouco mais ameno e descontraído vou indicar uma série de humor, talvez a melhor da atualidade: The big bang theory, seriado criado por Chucky Lorre, o mesmo criador de Two and a half man. As referências aos seriados e filmes antigos são geniais, tornam a série especial. Ela foi a responsável por mudar a figura do nerd. Já reparou quer ser nerd hoje é bacana? Há alguns anos atrás isso era algo terrível. 

Aqui em casa estávamos um pouco atrasados, mas duas madrugadas inteiras foram suficientes para colocar os episódios em dia.

Acho difícil que alguém não conheça, mas mesmo assim, lá aí uma breve sinopse. É a história de dois gênios extremamente nerds: Leonard e Sheldon. Ambos dividem o mesmo apartamento e têm suas vidas viradas de cabeça para baixo quando do outro lado do corredor muda uma vizinha, Penny. A partir daí começam as aventuras desses tipos excêntricos. 

Algumas pessoas têm um preconceito bobo, acham que é preciso ser super inteligente para entender as piadas. Só digo uma coisa: Tem sim... Sacanagem, não precisa entender nada de física, ou qualquer outra ciência maluca, para entender as excelentes piadas.


Cuidado! Você pode se identificar com algumas situações...


Sherlock (2010)...

Agora abrangendo a categoria policial, a próxima dica será sobre o excelente seriado, um dos meus favoritos, Sherlock. A série é uma releitura dos antigos clássicos de Sir Arthurt Conan Doyle, uma releitura muito melhor que a franquia de filmes de gosto bem duvidoso. 

Sherlock Holmes é interpretado pelo excêntrico Benedict Cumberbatch – indicado esse ano para o Oscar de melhor ator, responsável também pela voz de Smaug e Sauron na conturbada trilogia Hobbit – e John Watson fica por conta de nosso hobbit mais querido (Bilbo Bolseiro) Martin Freeman

Não sei se é impressão minha, pode até ser porque realmente sou apaixonado por essa série, mas esses dois atores possuem uma química muito forte. Você é capaz de se importar com eles e com o drama que eles vivem. E não é só mais uma série policia/detetive, ela é adocicada com um certo humor inteligente. Essa é uma forte recomendação para todos vocês. Nos arcabouços da NetFlix você pode encontrar até a terceira temporada... 


Sentados, esperando a quarta temporada



“...I-I-I, I'm hooked on a feelin' 

High on believin' 

that you're in love with me...” 

Em 1988, o jovem Peter Quill foi raptado por piratas intergalácticos levando somente um walkman recheado de músicas dos anos 80. Mais tarde esse pequeno jovem se transformou em um mercenário chamado StarLord com amigos bem peculiares, entre eles um guaxinim e um ogro que não é capaz de compreender figuras de linguagem.

Esse enredo simples contribuiu para, talvez, o melhor filme de heróis de todos os tempos. Se bem que gosto muito daquele Hulk das antigas, aquele que os olhinhos ficavam verdes na hora em que o pau ia quebrar. Se não for o melhor filme da categoria com certeza foi a melhor trilha sonora. Filme super bacana, extremamente engraçaralho. Também é uma boa dica de filme para assistir com as crianças... 


Se ainda não assistiu, faça um favor: ASSISTA!


Então... 

Garotos e garotas, esse foi mais um post de utilidade pública para todos. Espero que todos aproveitem muito bem e sejam felizes nesse final de férias. Ainda há tempo para diversão... 

Um abraço para todos vocês e até a próxima... 

Esse foi mais um post do Sr Marido que escreveu e saiu correndo tomar uma geladinha pra acabar com todo esse calor infernal...


Se você deseja adquirir algum destes filmes ou séries, basta clicar no título de cada um e você será direcionado ao site da Saraiva, que nós utilizamos e gostamos. Este não é um post patrocinado, mas se você adquirir algum produto através de nossos links, nós seremos comissionados e você estará ajudando a mantermos este projeto.

17 de jan de 2015

Lista de desejos - Decoração

lista de desejos-decoração

Faz um pouco mais de seis meses que eu e o Sr. Marido nos mudamos. Todo mundo sabe que mudança é uma saga e a nossa eu contei há alguns meses atrás aqui.
Depois de tudo no lugar, começamos a tentar deixar tudo com nosso jeito, com nossa cara, afinal é em casa que passamos uma grande parte do nosso tempo e temos que nos sentir muito bem vivendo aqui.
Então, desde a mudança temos nossa lista de desejos, de coisas a fazer e/ ou comprar, que com o tempo, serão ajeitadas.
A primeira parte da casa que estamos dando aquele tapa no visú é a sala. 

Os planos para ela: um sofá confortável, uma parede galeria, um cantinho de leitura e itens decorativos alegres e coloridos, com nosso jeito...

Já começamos a dar cabo de alguns desses planos, nenhum ainda terminado, por isso hoje eu vim compartilhar com vocês minha lista de desejos! Que também não está terminada, pelo contrário, só aumenta kkkkkkk Itens que eu ando sonhando, e planejando, ter aqui em casa.
Todas as fotos são da loja Essência Móveis de Design, que conheci no ano passado, durante o Conacade.

Quando vi esse abajur, fiquei imaginando como ele ficaria lindo no nosso cantinho de leitura.

http://www.essenciamoveis.com.br/abajur-bolinha?tracking=54b4230d23fe3

Aí, navegando no site, apaixonei nessa luminária! E agora estou em dúvida!!! Mas por enquanto, fica tudo na lista, até decidir ou não.

http://www.essenciamoveis.com.br/luminaria-quadrinhos?tracking=54b4230d23fe3

Outros itens que gamei: a Poltrona Flor e a Mesa de Centro Baú Color. Veja se essa Poltrona com cara de patchwork, esses pés palitos e essas cores alegres não merecem estar na casa de qualquer pessoa feliz??? Ler meus livros de janeiro e de toda a vida nela vai ser ma-ra-vi-lho-so!!! E a mesa não tenho nem o que falar: cores e cores!!!

lista de desejos-decoração

lista de desejos-decoração

Outro móvel que criei apego, mas não sei muito bem onde eu o colocaria aqui em casa, mas talvez você tenha um cantinho especial pra ele na sua, porque se eu colocar todos esses móveis lindos e coloridos aqui em casa, no mesmo cômodo, vai ser muita cor demais da conta é esse aparador, batizado de Mondrero.

lista de desejos-decoração

Eu podia ficar horas aqui falando das coisas lindas que tem por lá, como o Cabideiro Hang it All, o Criado Mudo Placas, Cabideiro Coca-Cola, o Conjunto de Baús Container... Mas não vou fazer isso!

Para não alongar muito mais, depois de mostrar todas essas belezas pra você, vem a dica de ouro e o motivo deste post: 



Segunda-feira, dia 19 de janeiro, começa o 3º Bazar da Essência Móveis e segue até o dia 26. Maaaassss, para quem faz parte da lista VIP viaipi o Bazar começa antes no domingo (18)! E além de ter acesso antes ao Bazar, você também vai concorrer a dois vale-compras no valor de R$500,00!!!
Agora é a hora que você pergunta (faça cara de interrogação, por favor) "Como faço pra estar na lista VIP, ter acesso antecipado e concorrer ao vale compras??? " E eu respondo: "Basta clicar aqui, isso mesmo, aqui!" Você inscreve seu email, confirma sua inscrição e tcharans, tudo certo. Mas lembra que é só hoje, então não vá ver o Facebook e deixe para depois, se inscreve agora.

Eu vou aproveitar essa chance para poder riscar um desses itens da minha lista de desejos, só não decidi ainda qual... Alguma sugestão?

Beijitos!




*Atenção, esse post não é um publieditorial. O Donna Rita é afiliado da loja citada. As opiniões no texto são da autora.


16 de jan de 2015

Book Haul - Janeiro de 2015


Bom dia, boa tarde, ou boa noite...

Hoje eu e Donna Rita aparecemos para fazer algo diferente nesse blog. Esprememos a nossa carcaça cerebral a fim de descobrir uma ideia bacana de post. E Donna Rita chegou à ideia de fazermos um post sobre leituras, já que gostamos muito de ler e compartilhamos do mesmo hábito de nossos leitores. Para ser mais exato, esse não é um post sobre um livro que lemos, mas sim, um post sobre livros que iremos ler. Sobre obras que planejamos ler dentro de um prazo de dois meses e que achamos interessantíssimas. Pesquisando, descobrimos que isso já tem nome e é Book Haul. Resolvemos fazer o nosso e quem sabe fica aí uma dica boa de leitura para todos.

Então vamos começar por mim mesmo...

Já faz algum tempo que entre uma discussão e outra, entre uma leitura e outra, eu escuto falar o nome de Bernard Cornwell. Confesso que logo de cara caguei não liguei muito para isso, mas não pude continuar ignorando com o crescente número de referências a esse nome. Logo pensei: esse cara deve ser bom. Ainda não sei se realmente é tão bom assim...

Em minhas pesquisas iniciais descobri que é um velho escritor britânico fascinado pela história inglesa – muitos de seus livros usam referências históricas, ou seja, ele usa fontes históricas verdadeiras para tecer os seus romances. E parece que ele tem também um certo trato diferenciado com seus personagens, assim meio no estilo George Martin...

Legal, simpatizei com o fulano, mas e agora? Que livro ler se o cidadão já escreveu mais de quarenta?

Foi questão de afinidade. Entre todas as obras dele descobri uma – que estava em promoção no Submarino, o que facilitou também minha escolha – chamada: As crônicas de Arthur, que traz a saga desse personagem histórico na unificação do Reino da Britania. Putz, o tão aclamado rei Arthur, Morgana, Merlin, Lancelot, a fodástica Escalibur, estavam aí todos os ingredientes de meu maior interesse. Bom, deixei o escorpião de lado e comprei toda a saga, que ficou um tempo guardadinha na estante. Agora é hora de desenterrá-la e começar a ler essa empolgante história baseada em um personagem tão emblemático. Então, o livro do meu Book Haul de janeiro é: O Rei do Inverno.

bookhaul-janeiro2015

Bom, foi isso...

Esses foram os motivos que me fizeram querer esse livro e devorá-lo. Espero que possa voltar daqui a dois meses para conversarmos e falarmos bem desse livro. Essa foi a minha experiência e espero que você possa contribuir com a sua também...

E agora é minha vez!

Como o Sr. Marido fala bastante e quase não deixou espaço para mim, tentarei ser sucinta. Repito: tentarei.
Eu andei meio devagar na leitura nos últimos anos, aliás, creio que 2014 foi o ano que menos li em toda minha vida! Só postei aqui no ano passado sobre o Segredo de Luísa! Só! Então uma das minhas metas para este ano é ler mais!

Como eu vivo passeando por essas ruas e becos internéticos, há um bom tempo eu venho lendo e vendo uma galera que eu costumo acompanhar postando o tal do "book haul", que nada mais é que isso que estamos fazendo agora, mostrar os livros que pretendemos ler e com isso, pretendo ter o incentivo que preciso para dedicar ao menos meia hora do meu dia a leitura.

Chega de enrolação, vamos aos livros:
 - O Diário de Anne Frank - É, eu com mais de trinta anos ainda não tinha lido este livro... Então, na minha última visita a livraria resolvi comprar a edição definitiva, com fotos e textos inéditos e me envolver com a história já conhecida da garota Anne e seu diário escrito enquanto estava escondida com sua família no sótão de uma casa em Amsterdã durante a Segunda Guerra Mundial... Já comecei a leitura e digo: sinto meu coração apertado...

bookhaul-janeiro2015

E para sanar o déficit de leitura, não me proponho a ler apenas um, mais dois livros no período proposto e o segundo é
- Livros da Magia - uma história em quadrinhos sobre um garoto comum que de repente descobre que não é tão comum assim... Ela é uma figura importante no mundo da Magia e por isso, mesmo sem saber já corre um grande perigo de morte... Parece uma história bem conhecida, né??? Mas não, não estou falando de Harry Potter e sim de Timothy Hunter. Livros da Magia é uma história de Neil Gaiman, anterior ao nosso bruxinho querido morador de Hogwarts... Agora vou conhecer Timothy e tentar descobrir se a J. K. Rowling já o conhecia... rsrsrs.

bookhaul-janeiro2015

Bom, já está comprido demais esse troço aqui. Espero que em março possamos nos ver no próximo Book Haul seguido dos Livros lidos em Janeiro-Fevereiro...

Beijitos da Donna Rita e Sr. Marido


14 de jan de 2015

Calendário 2015 - Para você baixar!!!



Olá meu povo!
Vamos falar de coisa boa, vamos falar da Tekpix, hoje eu tenho presente...

Eu sei que já estamos no meio do mês de janeiro, mas sempre é tempo para presentear vocês e meu presente dessa vez é um calendário.
Eu fiz com muito carinho para que você possa pendurar aí no seu cantinho. É uma versão feita pensando nas muitas meninas que nos visitam sempre, mas os meninos que forem mente aberta também podem e devem baixar e usar muito.

Pensa que acabou? Pois não acabou não vem cá vem, uma enxugadinha aqui, uma coçadinha ali... 

Além do calendário de 2015, tem também um calendário de janeiro para que você possa organizar o restinho do seu mês. Ele vai servir pra anotar seus horários, compromissos, enfim, o objetivo é que ajude você a se organizar de alguma maneira. 

Gostou?

Mas ainda tem mais: na compra da sua iogurteira Thopterm todo início de mês, e eu juro juradinho que não vou atrasar, eu vou disponibilizar o calendário organizador do mês correspondente aqui para vocês baixarem (e só vou mudar a cor se receber reclamações...rsrsrs).

Para baixar é fácil, basta clicar no botão em que está escrito "Pague com um Tweet", uma nova janela se abrirá e você poderá escolher o Twitter ou o Facebook para compartilhar nosso conteúdo. Logo após o seu compartilhamento, você terá acesso ao link e poderá baixar os seus calendários.

Calendário de 2015

Organizador do mês de janeiro

Qualquer dúvida ou dificuldade e só deixar seu grito de socorro aí nos comentários.

Espero de coração que você curta.

Beijos!

12 de jan de 2015

Maravilhas da cozinha: Airfryer...

OBS* Este post não visou fins lucrativos, de modo que as opiniões expressadas não foram influenciadas de maneira alguma...


Bom dia, boa tarde e boa noite... 

Queridos e queridas amigas do Donna Rita, estou aqui para escrever novamente e agora pretendo bater um papo bem maroto sobre tecnologia. Mais precisamente sobre tecnologia do lar, aquela que facilita nossas vidas dentro da senzala escaldante que é a cozinha... A famosa e fantástica Airfryer.


Sucesso nessa casa


A verdade é que cozinhar todo dia é chato pra cacete, ninguém merece. Às vezes pode ser bem bacana quando você quer preparar algo diferente para celebrar uma data especial, ou quando surge de repente uma inspiração no final de semana. Receber uma visita também pode ser um estímulo bem bacana pra cozinhar. Mas, tirando essas circunstâncias, o ato de cozinhar, em si, é entediante. O tempo que você gasta na cozinha poderia ser mais bem utilizado para outras atividades, mais interessantes. 

Eu, pelos menos, sempre tive essa impressão. 

Senhor Marido na labuta
                                                                 

Pensa bem, a gente fica a maior parte do tempo trabalhando, seria bacana reservar um tempo maior para nossas próprias atividades e lazeres. Menos trabalho e mais diversão, esse seria o mundo ideal. Uma opção, para fugir dessa labuta, seria almoçar fora e comer junky food, ou qualquer outra comida que pode ser entregue em casa, no jantar. 

Porém, essa alternativa é cara e o preço mais caro a ser pago talvez seja o da saúde. Não há organismo saudável que aguente uma dieta baseada em fast foods. Então, movidos pelos ideais de gastar menos tempo na cozinha; de sermos mais saudáveis, na medida do possível; de gastarmos menos dinheiro com junky food; e de maximizar nosso tempo; pensamos na possibilidade de equiparmos melhor a nossa cozinha. E essa ideia foi sendo trabalhada durante o tempo... 

Foi então no intervalo entre um bate-bola e outro que apareceu Ciro Bottini, com toda a sua pinta de Bon Jovi, vendendo uma Airfryer... 

O ídolo das vendas

Estava feito, precisávamos de uma urgente. 

Algumas pesquisas foram feitas para testar a qualidade do produto, e no geral sempre traziam aspectos positivos.


Montagem e instalação... 

Compramos. Logo de cara, o aparelho pareceu ser bem maior do que na televisão, e depois foi comprovado que realmente era. A caixa era de um tamanho absurdo, e foi muito complicado carregar essa porra  o equipamento até o carro. Uma hora depois estávamos em casa. Todos, incluindo os gatos, estavam ao redor da Airfryer, se bem que os gatos pareciam muito mais interessados na caixa de papelão.

Malditos felinos...

Bom, tirado da embalagem era hora de instalar o eletrodoméstico. A instalação foi realmente muito simples. Lembre-se que os atuais eletrônicos seguem o novo padrão nacional de tomadas estabelecido, aquele que já vem com o terra. Se você ainda não tem trate de atualizar-se.

A facilidade é tanta que acaba refletindo na simplicidade do manual. É acompanhado também de um livro de receitas, ainda não tentadas, mas bem interessantes. O uso também é simples demais, consiste em colocar o alimento e regular a temperatura e o tempo. O manual não especifica muito bem o tempo para cada produto, mas é possível encontrar as especificações dos alimentos na internet...

Joga lá no Google.

Segue abaixo um relatório dos experimentos, na verdade três, feitos por nós usando a Airfryer. São testes que envolvem toda a capacidade do aparelho, e irá dizer se é ou não um bom investimento. Desde tempos imemoriais, um bom aparelho deve sobreviver ao teste da batata, da coxinha e do pão de queijo, elaborado pelos monges trapistas a fim de conseguir o petisco ideal para acompanhar uma boa cerveja.


Dia 06/01... Ao vencedor as batatas... 

Foram necessários dezesseis minutos para as batatas estarem prontas, na temperatura de 200ºc. Ficou show de bola. Não lembrava fritura, e nem era encharcada, muito menos borrachuda. Ficaram bem secas e crocantes, todas com o selo de qualidade dedão do Bottini... Um ponto a ser ressaltado é que apesar do nome airfryer, o processo não envolve fritura. Os alimentos são assados, mais precisamente, com base na circulação do ar. Por isso os alimentos podem apresentar um gosto diferente de quando são fritos. Mas ainda sim são bem saborosos e surpreendentemente crocantes. Teste da batata OK...


Batatas, arroz e filé de frango

Dia 07/01... Aos gordinhos as coxinhas... 

No segundo dia de testes veio uma vontade enorme de comer coxinhas, por isso esse teste ganhou esse nome. Não veio nenhuma especificação sobre o preparo de coxinhas no livro de receitas, isso é um ponto negativo. Mas em uma busca rápida pela internet resolvi esse problema. O problema de achar as especificações na internet é que elas variam de acordo com a qualidade e o material usado no produto. Por exemplo, coxinhas industrializadas merecem uma atenção diferente das caseiras. Por isso chegar no preparo ideal exige em método maior de experimentação. São algumas tentavivas até chegar no ponto ideal. Comparando as tabelas e com base na experiência própria, acredito que o preparo ideal deve algo próximo de uma temperatura de 200ºc durante dez minutos para as industrializadas. Não esqueça de pré-aquecer o aparelho por três minutos na mesma temperatura. O resultado foi excelente. Ficaram muito melhores que minhas antigas coxinhas feitas na base do óleo, isso quando não desmanchavam todas virando uma massaroca maldita. Teste da coxinha OK...


Coxinhas na Airfryer


Ainda no dia 07/01... A gordice não tem limites com pão de queijo... 

Por último, mas não menos importante, vem o teste do pão de queijo. Teste importantíssimo que exige muita concentração e perícia. Mais um ponto negativo, a cestinha da airfryer é pequena e não comporta muitos pães. Dá pra fazer no máximo uns seis sem que eles todos fiquem grudados. Depois de mais um pouco de pesquisas, e alguns erros entre eles um pão de queijo gigante, cheguei no preparo próximo do ideal, na minha humilde opinião fecal. Deixa o pãozinho lá quietinho em uma temperatura de 180ºC durante uns quinze minutinhos, é só isso. Você terá pães de queijo bem douradinhos, e bem sequinhos uma delícia...


Ficaram um pouco branquinhos, mas ficaram bons


Então... 

Para finalizar temos o resultado final. Se o Airfryer passou nos três testes fundamentais da boa cozinha, logo ele é um aparelho ideal e fundamental para o seu lar. Você terá menos tempo de preocupação com o preparo de suas refeições e mais tempo para gastar com você mesmo ou sua família.

E de quebra, a sua cozinha não vai ficar suja de óleo, ou impregnada com aquele cheiro desagradável de fritura. E você  também diminuirá a possibilidade de entupimento de uma artéria... kkk

Garotos e garotas, por hoje foi isso...

Espero que essa dica tenha sido de utilidade para todos vocês. Muitas felicidades e, como diria o ET Bilú: Busquem conhecimento...

Esse foi mais um post do SrMarido que escreveu e saiu correndo para comer um pão de queijo e tomar uma bela de uma cerveja bem geladinha...

Se você quer mais informações para comprar sua Airfryer Phillips Walita, clique aqui.

Este não é um post patrocinado, mas se você adquirir algum produto através de nossos links, nós seremos comissionados e você estará ajudando a mantermos este blog. 

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.