31 de dez de 2014

Feliz 2015! Seja bem-vindo!


Hoje, como em todos os outros dias, eu só tenho a agradecer...
2014 foi um ano repleto de surpresas. Passamos por muitas dificuldades, sustos e lutas, mas mais do que isso (e talvez também por isso) foi um ano cheio de vitórias, alegrias e sonhos alcançados.
Eu deixo 2014 com muita alegria e esperança e estou de braços abertos para receber 2015 e continuar semeando meus sonhos e alegrias por aqui.

Obrigada a todas e todos que nos acompanharam neste ano, espero e conto com vocês neste 2015 que já chega cheio de planos. Vamos descansar um pouquinho e voltaremos com tudo dia 12/01. 

Um grande abraço apertado e aconchegante!

Donna Rita e Sr. Marido



15 de dez de 2014

Filmes para o Natal em família, ou não...

Bom dia, boa tarde ou boa noite ... 

Queridos amigos e amigas do Donna Rita... 

Estou aqui novamente, o maridão, para compartilhar mais um pouco de todo o meu conhecimento pífio acerca das celebrações de final de ano. E dessa vez eu surpreendo-os com uma lista dos filminhos mais assistidos e mais queridos aqui da lojinha. É uma lista eclética que tenta abranger os mais diversos gêneros natalinos. Agradeceria muito de saber a opinião de todos vocês.

Então, vamos novamente para a bagaça !!! 


No gênero “filmes de crianças engraçadinhas que mais tarde viram viciados malditos e rejeitados” temos o famoso: 


“Esqueceram de mim/Home alone” 

Grande filme, extremamente engraçaralho.
O pequeno Kevin McCalister, Macaulay Culkin, a criancinha mais adorável dos anos 90, realizou o sonho de toda criança: estar sozinha em casa - pelo menos esse era meu sonho. Como o nome do filme sugere, o jovem foi esquecido por sua família - absurdamente grande - às vésperas do natal. De início Kevin ficou extremamente feliz, mas depois percebeu o quanto sua família relapsa -pois o esqueceria mais duas vezes ainda – fazia falta. Uma bela carga de emoção e lição de moral para todos que odeiam suas famílias.

Durante o filme, Kevin ainda teve de enfrentar bandidos maus que queriam roubar a sua casa antes de poder encontrar seus amados parentes. De quebra o pequeno “anjo mau” fez amizade com um humilde trabalhador do qual ele tinha medo. 

Essa foi uma produção cômica dos anos 90 extremamente engraçada, pena que as continuações foram de dar pena. É uma boa dica se você almeja assistir um filme bonitinho com as crianças.




Vamos agora para a categoria “Filmes excêntricos de Tim Burton em Stop Motion”. E o indicado foi:


“...O estranho mundo de Jack/The nightmare before Christmas...” 

Essa incrível produção de Tim Burton de 1993, incrivelmente sem o Johnny Deep, traz a história de Jack Skellington, o rei das abóboras e o mais ilustre habitante da cidade do Haloween. A simpática caveirinha sente-se incomodada por todos os anos realizar o mesmo ritual do dia das Bruxas, e por um motivo que não lembro mais - sou velho, e faz tempo que assisti pela última vez na sessão da tarde - decidi fazer um Natal para os habitantes das cidade do dia das bruxas. Uma releitura, uma versão macabra do Natal. Os demais habitantes tentam o convencer de sua loucura, que chega ao extremo quando Jack sequestra o  pobre do papai Noel...

E assim segue as aventuras de Skellington com seus amigos.

Essa é uma dica bem interessante para os fãs mais apaixonados de animação, ou talvez dos filmes excêntricos do Sr. Burton.

Cá entre nós, esse é o filme que possui um lugarzinho bem especial no coração da Donna Rita ...kkk 




Sem perca perda de tempo iremos para a nossa próxima categoria “...Testosterona, filme de macho do carilha, Willis motherfucker de Natal...”


“...Duro de Matar 2/Die Harder/ ou Assalto ao Aeroporto(Portugal)...” 

O que falar das aventuras de nosso querido detetive John Maclane, que agora enfrenta indivíduos de alta periculosidade que sequestraram um avião e exigem a libertação de um líder terrorista. Um enredo simples, porém extremamente regado a balas, e é claro, Maclane se fode ferra muito. Todos queremos isso. 

Mas porque esse filme aparece na lista? 

Simplesmente porque o filme se passa no Natal.

Nosso querido Willis estava no aeroporto a espera de sua amada esposa quando a treta toda se desenrola. O filme é excelente e tem uma boa dose de testosterona para os maridões de plantão...

Sem mais palavras, veja o trailer e tire suas próprias conclusões.


"...It's just another Christmas for John Maclane..."

Próximo!!! 

E na categoria “...Feeling moments...”

“...Milagre na rua 34/Miracle on 34str...” 

Para abaixar um pouco o nível da testosterona e equilibrar as coisas. Um filme "muito lindo, muito bonito, muito maravilhoso, fantástico, tudo de bom, aí meu Deus!!!"

Essa produção americana de 1994 veio para provar que Papai Noel existe. It's True!!!. O bom velhinho, anteriormente dono do Jurassic Park, fingiu aparecer para preencher a vaga de Noel de shopping. Na realidade ele apareceu para uma lição de moral em uma menininha, Matilda, e provar que o Sr Noel existe, e não fica somente em sua fortaleza no Poló Norte.

Ou seja, o Sr Noel apareceu em carne e osso para esfregar a sua existência na cara de todos os céticos. Não vou comentar o final para não estragar a surpresa de vocês, queridos leitores. Mas fica a dica, um ótimo filme para assistir com as crianças e ensiná-las bons valores. Essa película também tem o selo Donna Rita de qualidade...



Na categoria “...esculachando o espírito natalino...” temos os digníssimo:

“...Jack Frost...”

Tom de seriedade, por favor...

Às vésperas do Natal, um assassino de sangue frio, transportado pelo serviço secreto norte-americano, se envolveu em um acidente numa rodovia de alta circulação. Além de seu automóvel o acidente envolveu um caminhão carregado com uma substância química, misteriosa e inexplicável, que fazia parte de um projeto secreto do governo... Pois é, pois é, pois é...

E não é que a substância química se misturou com a neve e o DNA do assassino transformando-o em um boneco de neve assassino, obviamente e totalmente plausível...

Este filme é algo metafísico, impossível de explicar com as nossas referências tão humanas, por isso ele não é reconhecido pelo meio. Repleto de cenas complexas, e deprimentes para os atores como por exemplo um estupro de uma jovem por um boneco de neve.

O filme é uma pérola do cinema trash e non-sense.

Lembrem-se: essa dica só é válida para os amantes dos filmes B, e não assista - em hipótese alguma - com sua família na ceia natalina...

Fica aí o link para o trailer caso tenha coragem.

https://www.youtube.com/watch?v=ev0NkYfkgYE


Na categoria “...Menção honrosa...” indico:


“...Um Natal muito, muito louco...” 

Somente por causa do gelinho.



Bem amigos e amigas, espero que tenham gostado dessas dicas preciosas para curtir o seu Natal. Se faltou algum bom conselho, por favor participem através dos comentários.

HOHOHO!!!

Esse foi mais um post do maridão que escreveu e saiu correndo para esquentar a janta...

Até a próxima... DON`T PANIC!!!

12 de dez de 2014

10 Embalagens para presentes de Natal


Já é tradição no Natal presentear aquelas pessoas que são importantes para nós, mesmo sabendo dos golpes publicitários e dos ideais capitalistas por trás desta data. 
Todos gostamos de presentear e ser presenteados, pois na verdade o que está por trás de um presente, seja ele qual for, é a lembrança que alguém teve de nós e a memória que sempre evocaremos ao olhar ou usar o que ganhamos.

Ou seja, o mais importante não é o presente e sim todo o significado por trás dele.

E nada melhor do que receber um mimo em que possamos perceber o carinho e o cuidado que ele carrega, do início ao fim. Então, depois que você já escolheu o que vai dar é importante que você se preocupe com a embalagem do seu presente. 
Se evocarmos nossas memórias com certeza concordaremos que olhar um pacote lindo, todo caprichado e endereçado a nós faz nosso coração se encher de alegria. 
Para ajudar você a fazer aqueles que pretende presentear mais felizes ainda, separei 10 imagens de embalagens bem bacanas e super simples de fazer e preparei uma surpresa bem legal, que está após as imagens, porque eu também quero te alegrar e te dar o meu presente, simples, mas de coração.


Retirada de: http://www.apartmenttherapy.com/a-kraft-paper-christmas-103696
Retirada de: http://www.spoonforkbacon.com/2012/12/lets-make-some-cookie-gifts/
Retirada de: http://www.bambinogoodies.co.uk/christmas-12-best-wrapping-ideas/
Retirada de: http://www.bambinogoodies.co.uk/christmas-12-best-wrapping-ideas/
Retirada de: http://www.bambinogoodies.co.uk/christmas-12-best-wrapping-ideas/
Retirada de: http://www.bambinogoodies.co.uk/christmas-12-best-wrapping-ideas/
Retirada de: http://br.pinterest.com/pin/142496775679676136/
Retirada de: http://br.pinterest.com/pin/196891814935163191/
Retirada de: http://www.thehaystackneedleonline.com/2009/12/simple-gift-wrap.html
Retirada de: http://br.pinterest.com/pin/208291551485381361/

Acho que ficou bem claro que as embalagens mais rústicas, com ar totalmente artesanal, feitas com papel kraft, papel liso branco e até mesmo com jornal, estão super em alta e fazem muito bonito. E o que todas tem em comum é o toque de cor dado por uma fita, botões, carimbos, linhas e pelas etiquetas super fofas.

E aqui está o meu presente para você. Para ajudar suas embalagens a ficarem mais lindas que todas estas, eu fiz com muito carinho para você algumas tags com o tema natalino, que você pode imprimir a vontade e usar em todos os seus presentes.
Olha que fofas!

Para receber as suas, basta cadastrar seu email aqui embaixo que você receberá o link para baixá-las gratuitamente.

Espero que você goste. E depois que fizer sua embalagem, manda a foto lá no nosso Facebook para gente ver como ficou.

Cadastre seu email para receber as tags de natal

* indicates required


9 de dez de 2014

A "magia" do Natal

Fala amigos e amigas do Donna Rita ...

Eu, Mister Marido, estou aqui mais uma vez agora para montar minha banca de historiador meia bóki e para dividir com vocês os meus conhecimentos pífios.

E como estamos na época mais feliz e maravilhosa do ano, decidi escrever sobre o Natal. Suas origens e seus mistérios...

HOHOHOHOHOHOHOOHO !!!

Então, vamos pra bagaça !!!!


O Natal foi oficializado como uma celebração cristã em 354 D.C. pelo Papa Libério. Mas, sabemos que os mais distintos povos da antiguidade celebravam o final do ano com um ritual de passagem. Difícil é precisar qual foi o povo que inventou essa moda. Uma grande variedade de povos pagãos celebravam nas mais diversas partes do planeta. Essas celebrações marcavam o início do inverno – lembrando que o final de ano europeu é marcado pelo inverno, o oposto do que ocorre por aqui, nas terras tupiniquins – e o início do próximo ano.


Era um ritual mais ligado a renovação e fertilidade. Por isso, esses povos agricultores tinham uma árvore, mais precisamente um pinheiro, para simbolizar o pedido de fertilidade. Inclusive a data de 25 de dezembro, em Roma, era utilizada para celebrar o nascimento do Deus Sol, conhecido como Natalis Solis Invcti O nascimento do Sol invencível

A única certeza que podemos ter é que o Natal não foi inventado pelos cristãos, eles se “apossaram” dessa celebração.

Depois da oficialização do cristianismo no século IV esses rituais pagãos ganharam uma skin – uma capa - de celebração cristã para aumentar o número de adeptos dessa nova religião. Um tremendo golpe de marketing muito bem bolado. E qual a figura mais importante do cristianismo para ressaltar durante essa fase de renovação, senão Cristo? 

Moral da história: antes do nascimento de Cristo, ou seja antes do cristianismo, diversas civilizações já celebravam esse período específico do ano. Mas, ainda faltava alguma coisa para deixar o Natal mais interessante. Tudo bem que Cristo sempre representou a bondade e a boa fé entre os homens, mas ele é uma divindade. A Igreja Católica decidiu que precisava de uma figura mais humana para representar o ideal de pureza e bondade do ser humano. Mais tarde criaram uma figura baseada em um bispo que viveu no século III e, segundo a lenda, distribuía presentes para as famílias mais carentes. Ele não tinha nenhuma rena, era alemão, e por isso um exímio degustador de cervejas, e trajava-se de verde ou marrom. Era o bispo Nicolau, mais tarde conhecido como Papai Noel, Santa Claus, ou Pai Natal como diriam os portugueses. 


O circo estava armado: tinham a celebração de renovação ligada ao nascimento de Cristo, a representação da bondade através da figura de Nicolau, tinham até o pinheiro morto no centro das casas, e ainda de quebra, convertiam os pagãos ao cristianismo. Genial!!!

Mas o grande trunfo veio séculos depois... 

Em 1931 aconteceu o grande soco no rim, a grande voadora nas costas... 

Um grupo de publicitários se reuniu e customizou a roupa do Papai Noel, dando a ela as cores do tradicional refrigerante de Cola: vermelho, preto e branco. O marketing foi tão perfeito que o Noel cafeinado acabou por tomar o lugar do brejeiro São Nicolau em nosso imaginário. 

Ou seja, para muitos de nós o simpático Sr. Noel sempre trajou suas vestes vermelhinhas, quando na verdade, no século III nem existia refrigerante. Desde então em nosso inconsciente o bom velhinho sempre é ligado à imagem de um refrigerante pretinho e viciante bem gelado e a valores positivos como paz, liberdade e gordices... 

Isso foi um golpe de marketing de respeito.

O investimento em propaganda foi tão grande e tão bem executado que massificou a figura do bom velhinho em outras culturas também consumidoras do produto. São Nicolau deixou de ser um símbolo Cristão verdinho e passou a ser um símbolo do capitalismo internacional, assim como o Natal, que passou a ser também uma data de consumo com uma capa de celebração Universal.


Em suma, o Natal deixou de ser uma celebração de um povo específico, ganhou status de celebração mundial... Um rito de passagem de final de ano. 

Então, meus queridos amigos, acreditando ou não no bom e velho Noel, atribuindo a ele um caráter mágico ou capitalista, independente de sua orientação política e da sua fé (ou no caso da falta dela também), aproveite para estar mais próximo aos seus entes queridos no Natal, já que todos parecem ser mais tolerantes quando o final do ano se aproxima. 

Celebre e aproveite a oportunidade de ser um ser humano melhor. 

Aliás, tente ser um ser humano melhor mais vezes durante o ano, isso seria bacana. 

Fica a dica... 

HOHOHOHOHOHOHOHOHOHO !!!!

E fica também um desejo de bom natal e próspero ano novo a todos que acompanham, ou não, o Donna Rita!

Esse foi mais um post do Maridão que escreveu e saiu correndo para tomar um dollynho bem geladinho! rsrsrsrrs



© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.