14 de nov de 2014

Agendas de papel: Por que ter uma?


“Por que eu preciso de uma agenda? Eu me lembro de tudo!”

Foi ao ouvir esta frase que comecei a pensar neste texto... Provavelmente eu fiz uma cara de paisagem e sacudi a cabeça positivamente, enquanto meu pensamento gritava: 
“Duvidoooo! Du-vi-de-o-dó!!” 
Mas enfim, na hora não discuti e antes de qualquer coisa, resolvi olhar para o meu próprio rabicó e me perguntar: “como eu uso a minha agenda?”

Vivemos em uma época super digital, isso é inegável. Basta olhar para o lado que você vai ver alguém com seu ceular-smartphone-tablet-Ipad em mãos, com dedinhos frenéticos esfregando nas telinhas touch... Eu recentemente entrei nessa onda e agora também tenho um dispositivo móvel que tem o poder de me deixar digitalmente conectada com o mundo quando a minha conexão da tim funciona!
Empolgada que estava de fazer parte desta “inclusão digital” pensei cá com meus botões: por que eu vou usar esta agenda de papel se eu tenho o mundo dos apps nas minhas mãos??? É só procurar por um aplicativo que substitua minha agenda de papel e tudo será maravilhoso! Adeus agenda de papel, até nunca mais ver...


Ledo engano.


Sei que “organização pessoal” é isso mesmo, “pessoal” e que cada um encontra o seu jeito de deixar tudo organizado e que com certeza vai variar de pessoinha para pessoinha. Mas, no meu caso, minhas tentativas de organização com o dispositivo digital falharam e eu voltei a boa e velha agenda de papel em menos de um mês. #falheinamissão
Eu costumo utilizar minha agenda para várias anotações, não só para os compromissos e tarefas. Sou uma dona muito visual e preciso escrever, desenhar, riscar, ticar, rabiscar, escrever novamente... E com os aplicativos eu não conseguia toda esta realização. Eu até achei ótimos aplicativos e programas que com certeza podem ajudar na organização de qualquer pessoa e os que eu posso aproveitar algo, como o Evernote e o Planner que vieram com o meu tablet, até estão sendo utilizados, mas não com um apego a um método ou ferramenta. Adoro as listas de tarefas do meu Planner e vou continuar usando... Mas preciso da minha agenda de papel para poder dar conta dos meus mapas mentais e também para usar minhas canetas coloridas e lindas! E além disso, depender da minha conexão e de estar sempre com a bateria do trocinho em dia foi mais um ponto negativo...

Com essa tentativa de mudança e com a missão abortada, percebi que o mais importante é você se prender àquilo que te serve, que atende as suas necessidades e como eu disse lá em cima, olhando para meu rabicó, eu preciso da minha agenda de papel porque minha “cabeça é de bagre” e também para: me lembrar das tarefas futuras, anotar compromissos, planejar a semana, o dia e até o mês, anotar prazos, registrar ideias e acompanhar meus projetos. Enfim, ela serve para tudo aquilo que eu considero importante para tentar deixar meu tempo e minha vida sob o mínimo de controle.


E para terminar, outro dia recebi uma mensagem perguntando sobre o que considerar para escolher uma agenda e minha resposta foi sobre os pontos que eu levo em consideração para escolher a minha e são os seguintes:
  • Tamanho: eu preciso de espaço para fazer todas as anotações que eu preciso, além dos compromissos e tarefas, mas não pode ser gigante, pois eu costumo levá-la comigo para vários lugares.
  • Espaço para armazenar coisinhas: eu vivo recebendo cartões de visita, papéis com anotações e endereços, receitas médicas, recibos, enfim, diversas coisinhas soltas que preciso armazenar antes de decidir qual será o destino delas, então uma agenda que tenha um bolso e um fecho são ideias para este caso.
  • Tipo: existem diversos tipos de agendas, diárias, semanais, mensais, permanentes, com 2 dias por página, enfim, são várias mesmo. Eu me adéquo melhor as agendas diárias, apesar de gostar das semanais que me permitem visualizar a semana toda de uma vez, mas como geralmente são maiores, acabo ficando com as agendas diárias.
  • Visual: Isso mesmo, eu me importo com o visual da agenda. Pensa bem, a bichinha vai me acompanhar por um ano inteiro, para cima e para baixo, então ela precisa me agradar visualmente. Eu tenho que gostar dela para torná-la minha companheirinha inseparável anual.
Eita, que eu já escrevi demais! E olha que eu ia falar de como eu organizo as encomendas do ateliê, mas vai ter que ficar para a próxima. Se você leu até aqui, me deixa um joinha, um beijo, um abraço, um cheiro ou um queijo nos comentários. Aproveita e curte minha página no Facebook e segue a tia no Instagram.

Beijitos!



7 de nov de 2014

Black Friday? Sim, Black Friday!


Você já deve conhecer a Black Friday, aquele dia tão esperado pelos varejistas e consumidores em vários lugares do mundo. Esta farra consumista surgiu nos Estados Unidos na década de 1960 e acontece sempre no dia seguinte ao dia de Ação de Graças e marca o último final de semana de compras antes da temporada de natal.

Existem várias versões sobre a origem do nome, que traduzido para o português é "sexta-feira negra". As duas versões mais aceitas são as que relacionam o surgimento do nome com o caos que se instalava no trânsito e nas ruas durante o dia de ofertas, fazendo com que os jornais dessem títulos "do mal" as reportagens que tratavam do trânsito parado, das filas quilométricas e da correria frenética da galera até as lojas. A outra origem aceita tem a ver com as cores das canetas que os livros caixas eram preenchidos à época: tinta vermelha representava prejuízo e tinta preta, lucro, portanto como se vende muito nesta data, tornou-se a sexta-feira do lucro, a Black Friday!

Aqui no Brasil esta data já acontece há alguns anos e inicialmente foi uma ação do e-commerce, mas nos últimos anos, algumas lojas físicas estão aderindo a ação.

 pelas bandas do tio Sam as ofertas chegam a até os incríveis 90% de desconto (!!!). Por aqui, em terras tupiniquins, os descontos são mais modestos, mas mesmo assim muito atraentes e com certeza você vai encontrar ofertas que vão te chamar a atenção e merecer seu suado dinheirinho ririririri!!!

A data certinha, para você anotar na agenda ao lado de uma anotação assim: visitar a Donna Rita é dia 28 de novembro, a última sexta-feira deste mês de novembro. Mas fique atento, infelizmente nas últimas edições da Black Friday tupiniquim, algumas lojas fizeram um "face off" nos preços, maquiando os valores na maior cara de pau! Então preste atenção, acompanhe os valores das lojas que você deseja visitar no dia 28 para ter certeza de que não são  "descontos maquiados".

Aqui no Brasil esta é a 5ª edição do Black Friday e no Donna Rita teremos a 1ª !!! Urruuhhh, palmas ao fundo, pessoas gritando e correndo, fogos de artifício, bandinha tocando, todos dançando o tcham!
Durante toda a sexta-feira, todos os produtos da nossa loja que estiverem a Pronta Entrega terão 15% de desconto! "Como é Donna Rita, eu ouvi certo? 15% de desconto? OMG!!!" Mas não ficaremos somente nesses produtos não. Para que você possa aproveitar e comprar também aquela peça personalizada, feita especialmente para você, os produtos Sob Encomenda terão 50% de desconto no frete para todo o Brasil!!! "50% de desconto no frete? Oh, 50% de desconto no frete é demais Donna Rita!" É a oportunidade para garantir os presentes de natal de toda a galera por um precinho amigo do bolso. Corre lá na sua agenda e coloca um NÃO ESQUECER bem grande do lado do endereço da lojinha

Acompanhe as novidades pelo nosso facebook e instagram para saber de antemão quais mimos estarão esperando por você na nossa Black Friday!!

E se você leu até aqui, vai ter a oportunidade de escolher qual produto você quer ver com desconto. Basta clicar AQUI e escolher a peça que você deseja. Conto com sua participação!

Espero por tod@s!


Beijitos

© Donna Rita - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Donna Rita.
Programado por: Seis Mil Milhas.